- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Doentes com tuberculose abandonam tratamento

Doentes com tuberculose abandonam tratamento

Quarenta pacientes com tuberculose, de um total de 968 casos notificados no período de Janeiro a Agosto deste ano, abandonaram o tratamento na província do Cunene, informou hoje, quinta-feira, a supervisora do Programa de Combate a Tuberculose, Ricardina Assunção.

A responsável, que falava no término de uma formação de três dias dirigida a médicos e enfermeiros sobre gestão e tratamento da tuberculose em crianças, avança Angop, sublinhou que os casos de abandono estão associados a negligência dos pacientes e apetência frequente ao consumo de bebidas alcoólicas, realidade que agrava o estado de saúde do doente.

Para inverter o quadro, Ricardina Assunção informou que estão a ser promovidas, desde o mês de Janeiro deste ano, palestras e sessões de esclarecimento sobre os cuidados a ter e a importância do cumprimento da medicação.

A responsável informou que a província dispõe de fármacos e pessoal médicos para assistir e diagnosticar a doença, daí que na suspeita da patologia o cidadão deve sempre dirigir-se a uma unidade sanitária para fazerem as consultas e tratamento da doença.

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afecta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos e rins. E o seu período de tratamento vai de seis a oito meses.

Os participantes na formação abordaram temas como a situação da tuberculose no mundo e em Angola, diagnósticos da doença na criança, aspectos clínicos e exames complementares, sistema de informação, factores de risco, modo de transmissão e classificação.

A província do Cunene conta com 77 médicos e 946 enfermeiros e uma rede hospitalar de 146 unidades sanitárias, das quais 14 virada ao tratamento de tuberculose.

No periódo anterior, hviam sido registados 834 pacientes.

- Publicidade -
- Publicidade -

Protesto em Luanda: Isabel dos Santos apela por libertação de manifestantes

Empresária usou a hashtag #trabalhandoporangola para expressar no Twitter a sua indignação com a detenção dos manifestantes em Luanda. Organizadores convocam manifestação para 11...
- Publicidade -

Vai começar outra história para o petróleo de Angola?

O decreto presidencial que obriga as petrolíferas internacionais a contratarem serviços e quadros angolanos foi recebido com um sentimento misto. Uns aplaudem esta “angolanização”,...

Polícia dispersa protesto junto ao Tribunal Provincial de Luanda

Cerca de uma centena de pessoas que exigiam a libertação dos manifestantes detidos no sábado (24.10) foram dispersadas com gás lacrimogéneo pela polícia angolana....

João Lourenço no mais importante fórum empresarial de África a convite do Instituto Tony Blair

O Presidente João Lourenço vai estar ao lado ex-primeiro ministro britânico Tony Blair, no dia 5 de Novembro, para participar no Africa Debate, o...

Notícias relacionadas

Protesto em Luanda: Isabel dos Santos apela por libertação de manifestantes

Empresária usou a hashtag #trabalhandoporangola para expressar no Twitter a sua indignação com a detenção dos manifestantes em Luanda. Organizadores convocam manifestação para 11...

Vai começar outra história para o petróleo de Angola?

O decreto presidencial que obriga as petrolíferas internacionais a contratarem serviços e quadros angolanos foi recebido com um sentimento misto. Uns aplaudem esta “angolanização”,...

Polícia dispersa protesto junto ao Tribunal Provincial de Luanda

Cerca de uma centena de pessoas que exigiam a libertação dos manifestantes detidos no sábado (24.10) foram dispersadas com gás lacrimogéneo pela polícia angolana....

João Lourenço no mais importante fórum empresarial de África a convite do Instituto Tony Blair

O Presidente João Lourenço vai estar ao lado ex-primeiro ministro britânico Tony Blair, no dia 5 de Novembro, para participar no Africa Debate, o...

A pedido de João Lourenço Parlamento aprova propostas para agravar penas no novo Código Penal

Com 176 votos a favor e duas abstenções (CASA-CE), a Assembleia Nacional aprovou hoje, na generalidade, as propostas de alteração ao Código Penal Angolano,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.