- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Diretor executivo da Nissan admite ter recebido pagamento indevido

Diretor executivo da Nissan admite ter recebido pagamento indevido

AFP

O diretor executivo da Nissan, Hiroto Saikawa, admitiu nesta quinta-feira ter recebido uma remuneração superior a que lhe correspondia, informou a mídia japonesa.

“Recebi uma retribuição sob uma forma que não corresponde às normas em vigor. Acreditava que era fruto de um procedimento correto”, declarou Saikawa à imprensa, segundo a agência de notícias Jiji.

Saikawa, que assumiu a direção executiva da Nissan em 2017, no lugar de Carlos Ghosn, pediu perdão “pela perturbação provocada” e garantiu que vai devolver o dinheiro recebido indevidamente.

A confissão de Saikawa ocorre após a publicação de uma série de artigos sobre investigações internas da Nissan sobre possíveis pagamentos irregulares ligados à cotação das ações do grupo, que teriam beneficiado Saikawa e outros executivos.

O caso será analisado pelo conselho de administração da Nissan no final deste mês, segundo a imprensa.

A Nissan considera que o caso não viola a lei, informou a agência Kyodo, citando fontes anônimas.

Os pagamentos questionados foram realizados com base no mecanismo conhecido como “stock appreciation rights” (SAR)”, pelo qual os dirigentes podem receber um prêmio em dinheiro vinculado ao aumento do valor da ação do grupo durante um período definido.

Carlos Ghosn foi detido no Japão por malversação financeira. Libertado sob fiança, o ex-chefe da aliança Renault-Nissan se prepara atualmente para seu julgamento, previsto para 2020.

- Publicidade -
- Publicidade -

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...
- Publicidade -

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Notícias relacionadas

João Lourenço responsabiliza UNITA de incitar jovens à desobediência civil

Presidente angolano diz esperar que jornalistas não venham a ser detidos, mas adverte que autoridades vão manter a ordem. O Presidente angolano responsabilizou a UNITA...

Manifestação: Tribunal está a interrogar os detidos à porta fechada – Por dia serão ouvidos cerca de 20 cidadãos

Entre os primeiros cidadãos, do grupo dos 103 detidos, ouvidos esta terça-feira no Tribunal Provincial de Luanda "Palácio D. Ana Joaquina", está o secretário-geral...

Marido de Isabel dos Santos morre afogado no Dubai

O marido de Isabel dos Santos, Sindika Dokolo, morreu num acidente no mar no Dubai. A notícia está a ser avançada por jornais internacionais....

Angola substitui Código Penal da era colonial

A Assembleia Nacional aprovou hoje, terça-feira, 27, o novo Código Penal, com 167 votos a favor, nenhum contra, e a abstenção de dois deputados...

Manifestação: Comité para a Protecção dos Jornalistas acusa polícia de perseguição e intimidação a jornalistas e exige medidas que garantam a liberdade de imprensa

O Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ, sigla em inglês), com sede em Nova Iorque, EUA, critica fortemente a polícia angolana por ter...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.