- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques China envia médicos a Angola

China envia médicos a Angola

Dez médicos chineses devem chegar a Angola ainda este ano, no quadro de um protocolo de cooperação assinado esta quarta-feira, em Luanda, entre os governos angolano e daquele país asiático, escreve a Angop.

A equipa integrará especialistas em cirurgia geral, pediatria, cardiologia, neurologia, ortopedia, análise clínica, acupuntura e farmácia, que trabalharão no Hospital Geral de Luanda (HGL).

Além desses profissionais, devem integrar a equipa um cozinheiro e um intérprete.

O protocolo prevê que os encargos salariais e de viagens internacionais de ida e volta (China/Angola/China) serão da responsabilidade do Governo chinês.

Trata-se de um acordo que vai na sua quinta renovação, ao abrigo do qual trabalharam em Angola 70 médicos chineses, que atenderam mais de 200 mil pessoas.

Foram subscritores do protocolo, renovável a cada dois anos, o secretário de Estado para a Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas, Domingos Vieira Lopes, e o embaixador da China em Angola, Gong Tao.

Domingos Lopes destacou a pertinência do instrumento jurídico que trás a Angola médicos para colmatar a insuficiência de especialistas que o país ainda enfrenta.

A ocasião serviu para o diplomata chinês reafirmar a parceria estratégica existente entre os dois países.

Em Angola trabalham 260 mil chineses, dos quais mais de 60 médicos.

Angola e China mantêm relações de cooperação em vários domínios há mais de três décadas e, segundo dados recentes, o volume de negócios entre os dois países ultrapassou os 26 mil milhões de dólares, em 2018.

No ano transacto, o Presidente João Lourenço efectuou duas visitas à China, a primeira das quais em Setembro, por ocasião da Cimeira China-África, e, no mês seguinte, a visita de Estado.

- Publicidade -
- Publicidade -

Renamo pede que Afonso Dhlakama seja declarado herói nacional

A Renamo voltou a propor que o seu fundador e líder histórico Afonso Dhlakama seja declarado herói nacional, uma proposta vista com bons olhos...
- Publicidade -

Moçambique: MDM acusa FRELIMO de atacar a sua comitiva em Inhambane

O partido no poder já negou as acusações da segunda maior força da oposição. Mesmo assim o MDM exige que a polícia esclareça o...

Beto Kaputo: “Fugimos com a farda e as armas portuguesas a partir de Cabinda”

“Boa tarde, eu sou o Beto Kaputo”. Foi assim que a equipa do Jornal OPAÍS foi recebida na residência deste general de três estrelas,...

Empresário condenado na Suíça por corrupção de quadros da Sonangol

A justiça suíça condenou ex-administrador de uma empresa holandesa, que reside em Portugal, por corrupção de vários quadros da petrolífera estatal angolana Sonangol. 5,8...

Notícias relacionadas

Renamo pede que Afonso Dhlakama seja declarado herói nacional

A Renamo voltou a propor que o seu fundador e líder histórico Afonso Dhlakama seja declarado herói nacional, uma proposta vista com bons olhos...

Moçambique: MDM acusa FRELIMO de atacar a sua comitiva em Inhambane

O partido no poder já negou as acusações da segunda maior força da oposição. Mesmo assim o MDM exige que a polícia esclareça o...

Beto Kaputo: “Fugimos com a farda e as armas portuguesas a partir de Cabinda”

“Boa tarde, eu sou o Beto Kaputo”. Foi assim que a equipa do Jornal OPAÍS foi recebida na residência deste general de três estrelas,...

Empresário condenado na Suíça por corrupção de quadros da Sonangol

A justiça suíça condenou ex-administrador de uma empresa holandesa, que reside em Portugal, por corrupção de vários quadros da petrolífera estatal angolana Sonangol. 5,8...

Ministério da Educação descontente com a suspensão das aulas presenciais na Escola Portuguesa de Luanda

O Ministério da Educação (MED) angolano reagiu com "surpresa" e "desagrado" à decisão da Escola Portuguesa de Luanda de suspender as aulas presenciais, a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.