Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Praias de Lândana têm manchas negras oleosas

(DR)

Praias da Vila de Lândana, no município de Cacongo, província de Cabinda, têm manchas oleosas negras desde sexta-feira (30), confirmou ontem à Angop o responsável de Relações Públicas e Assuntos Governamentais da Chevron-Cabgoc, Humberto Baquisse.

Contactado pela Angop, Humberto Baquisse disse que tomou conhecimento da ocorrência que se regista, desde sexta-feira, na costa de Malembo e Lândana – região que dista cerca de 46 quilómetros a norte da cidade de Cabinda.
A fonte avançou ainda que as manchas visualizadas não foram, até ao momento, determinadas como sendo um derrame de petróleo, provocado pelas operações das companhias petrolíferas que operam na costa de Cabinda.

Por isso, disse, “não podemos ainda avançar que seja um derrame provocado pelas nossas operações, porque não há nenhum dado que confirma que o óleo esteja a vir das nossas operações em offshore”.

Referiu haver equipas conjuntas de especialistas ambientais da Chevron, Governo da Província, bem como de membros das associações de pescadores de Cacongo, que estão a limpar os óleos e também para avaliar os prejuízos causados às redes dos pescadores.

Por sua vez, Juliano Capita, do Departamento do Ambiente do Governo Províncial de Cabinda, assegurou que especialistas que trabalharam no local vão, nas próximas horas, em conjunto com a Chevron, determinar as causas e a proveniência do óleo que mancha as praias de Lândana e Chinfuca (Malembo).

O vice-presidente da Associação dos Pescadores de Cacongo, João Mavinga, que denunciou o acontecimento, apelou aos pescadores das áreas afectadas a não se fazerem ao mar para evitar a captura de peixe contaminado.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »