Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Inundações no Níger matam 42 pessoas e deixam 70 mil desalojados

Inundações súbitas provocam mortes no Niger (DR) (DR)

Segundo o balanço apresentado hoje, pelo ministro da Ação Humanitária e de Gestão de Catástrofes, Laouan Magagi, as inundações que afectam o Níger desde final de Agosto, já mataram pelo menos 42 pessoas e deixaram mais de 70 mil estão desalojadas.

As inundações do rio Níger que dá nome ao país e percorre a zona ocidental do território, destruíram mais de 8 mil e 600 casas, deixando 70 mil pessoas sem abrigo.

Os casos mais graves registaram-se na região sudoeste do país, incluindo a capital, Niamey, e cidades como Tillabéry (a norte da capital) e Dosso (a sul).

De acordo com a agência Efe, há ainda registo da perda de 800 cabeças de gado, um dos principais meios de subsistência de várias famílias.

De acordo com a Lusa, o ministro assinalou que no ano passado, por esta altura, as inundações ao largo do rio Níger mataram 40 pessoas e afectaram 142.715.

O responsável governamental destacou que a rotura este ano da barragem do Sélingué, num dos afluentes do Níger, no vizinho Mali, pode agravar a situação nos próximos dias.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »