Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Diagnosticados 32 novos casos suspeitos de insuficiência renal

Paciente em hemodiálise (Arquivo) (DR)

O Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, diagnosticou, entre Janeiro a Agosto deste ano, 32 doentes com suspeitas de insuficiência renal, menos dois que o período anterior.

Os dados foram revelados nesta quarta-feira, à Angop, por Eufrasina Oliveira, directora clínica da unidade sanitária, explicando que os casos registados foram confirmados apenas clinicamente de acordo com o quadro clínico dos pacientes.

Explicou que mensalmente são encaminhados entre quatro a cinco doentes para os centros de tratamento renais nas províncias de Luanda e Benguela.

A insuficiência renal é uma doença silenciosa que ataca o organismo humano, pelo que recomendou a realização de consultas frequentes para o rápido diagnóstico e combate da doença.

Angola conta actualmente com 10 unidades especializadas em insuficiência renal, com um registo de mil e 651 pacientes.

O Hospital Geral de Ondjiva possui 250 camas e dispõe de 35 médicos, dos quais 24 estrangeiros e 270 enfermeiros que atendem uma média diária de 600 a 700 pacientes nos serviços de medicina, cirurgia, ortopedia, oftalmologia, estomatologia e bloco operatório.

A província do Cunene conta com uma rede hospitalar de 146 unidades sanitárias, assegurados por 77 médicos e 946 enfermeiros.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »