- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Violência: Polícia confirma detenção de 100 pessoas na África do Sul

Violência: Polícia confirma detenção de 100 pessoas na África do Sul

A polícia da África do Sul confirmou esta segunda-feira a detenção de 100 pessoas na cidade de Joanesburgo e arredores, em resultado da violência e pilhagem de estabelecimentos comerciais.

“A polícia condena todos os atos de violência e a pilhagem de estabelecimentos comerciais tidos como sendo de propriedade de cidadãos estrangeiros, por oportunistas criminosos em áreas que incluem Ekhurhuleni, Tshwane e o centro de Joanesburgo”, disse em comunicado o porta-voz provincial da polícia em Gauteng, Lugelo Dlamini.

No comunicado, escreve o FM, divulgado após cerca de 24 horas de violência e pilhagem nos principais centros urbanos da província de Gauteng, envolvente a Joanesburgo e Pretória, refere-se que “os incidentes eclodiram na semana passada em Pretória, na sequência do assassínio de um condutor de uma carrinha táxi por um traficante de droga”.

A polícia sul-africana, que não menciona na nota a nacionalidade do traficante de droga, sublinha depois que “vários estabelecimentos comerciais foram pilhados e incendiados, deixando um rasto de destruição na capital volátil da África do Sul”.

O comunicado indica que as detenções ocorreram em vários locais, nomeadamente Rosettenville (20), Malvern (35), Thembisa (10), Jeppe (26) e em Germiston (9), cidade satélite no leste de Joanesburgo.

A polícia sul-africana não divulgou a nacionalidade dos detidos. “A polícia está a investigar também um caso de homicídio em Hillbrow, Joanesburgo, onde um homem foi alegadamente morto a tiro durante uma concentração de pessoas”, lê-se na nota.

O porta-voz da SAPS afirma que as operações daquela força policial continuam ainda em curso.

Durante a tarde, um outro porta-voz da SAPS, Mavela Masondo, disse que três vítimas morreram carbonizadas num incêndio em Jeppestown cerca das 5:00 e um grupo de criminosos aproveitou-se da situação para assaltar as lojas naquela área do centro de Joanesburgo.

- Publicidade -
- Publicidade -

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...
- Publicidade -

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

Notícias relacionadas

Henri Lopes: “No Congo, a independência era assustadora”

Ex-primeiro-ministro e ex-embaixador do Congo na França, o escritor Henri Lopes conta a atmosfera confusa que reinou no Congo nas décadas de 1960 e...

RDC: batalha entre Kabila e Tshisekedi pelo controle do Tribunal Constitucional

Félix Tshisekedi e seu antecessor Joseph Kabila têm travado uma batalha feroz pelo controle do Tribunal Constitucional há várias semanas. Na véspera da posse dos...

Dinamarquês que matou jornalista num submarino tentou fugir da prisão

O dinamarquês condenado por torturar e matar uma jornalista sueca no seu submarino privado fugiu esta terça-feira da prisão, onde cumpre prisão perpétua, mas...

Conselheiro de segurança de Trump no Brasil para acordo comercial e campanha anti-China

Delegação americana quer passar mensagem de que o alinhamento do Brasil e da China pode compensar o mal-estar com Pequim. Chefe de uma delegação americana...

EUA: Afluência às urnas favorece até agora Joe Biden

A duas semanas das eleições presidenciais e legislativas americanas uma coisa é certa: A afluência às urnas deverá este ano ser um recorde. Fazendo uso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.