InicioAngolaPolíticaPRS acusa MPLA de ser "o principal causador do sofrimento dos angolanos"

PRS acusa MPLA de ser “o principal causador do sofrimento dos angolanos”

O secretário provincial do Partido de Renovação Social (PRS) no Huambo António Soliya Selende disse ontem que o governo do MPLA está longe de cumprir as promessas eleitorais, com realce para o programa de combate a corrupção, a redução dos preços dos produtos da cesta-básica e a criação de 500 mil empregos.

“É uma utopia falar de combate a corrupção, enquanto não forem preso todos os dirigentes do MPLA, porque uma árvore má não da bons frutos”, exemplifica, referindo-se aos mais de 40 anos de má governação, justificado com o facto de muitos dos verdadeiros ex-militares continuarem fora da caixa social.

Por isso, Selende defende que o PRS continua firme na sua matriz federalista, sem perder de vista o princípio da unidade Nacional, para tal, reprova a intenção do MPLA que defende a implantação de autarquias de forma gradual, o que segundo ele, vai agudizar as assimetrias locais e aumentar o foço entre ricos e pobres.

“A governação no Huambo está péssima não acredita nisso aquele que não vive na Província, ou é fanático, ou bajulador”, acusou, considerando que a criminalidade aumentou consideravelmente, referindo a morte de dois jovens um a tiro e outro a faca, em menos de uma semana na Rua do Comércio.

António Selende lembrou ainda que a saúde está péssima, com o agravante de os pacientes do hospital Central do Huambo, estarem a ser administrados medicamentos impróprios, apontando o facto de uma paciente que acabou por falecer recentemente

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.