- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Cancro está a tornar-se a principal causa de morte nos países ricos

Cancro está a tornar-se a principal causa de morte nos países ricos

TSF|Lusa

As doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de morte no mundo para adultos de meia-idade, mas o cancro está a tornar-se a principal causa de morte nos países ricos.

Um estudo publicado recentemente na revista científica The Lancet indica que é “provável que o cancro se torne a causa mais comum de morte no mundo em poucas décadas”.

As doenças cardíacas representavam mais de 40% das mortes, ou cerca de 17,7 milhões de mortes, em 2017. Mas à medida que as taxas globais de doenças cardíacas diminuem, o cancro pode tornar-se a principal causa de morte em todo o mundo “nas próximas décadas”.

Os autores do estudo agora divulgado, cujo trabalho é apresentado no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC) de Paris, apontam que, atualmente, o cancro mata mais pessoas do que as doenças cardíacas nos países ricos.

A pesquisa efetuada em 21 países indica que o cancro, que era segunda causa de morte mais comum no mundo em 2017, representa mais de um quarto (26%) de todas as mortes registadas.

“O mundo está a testemunhar uma nova transição epidemiológica (…) as doenças cardiovasculares já não são a principal causa de morte nos países ricos”, declarou Gilles Deganais, professor emérito da Universidade Laval (Quebec) e coautor de ambas as publicações.

O estudo abrange mais de 160 mil adultos acompanhados ao longo de uma década (entre 2005 e 2016), em países de alto, médio e baixo rendimento.

De acordo com o estudo, as pessoas nos países pobres têm, em média, 2,5 vezes mais hipótese de morrer de doenças cardíacas do que as dos países ricos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Atenção, esta semana terá uma chuva de meteoros

Será esta semana que a chuva de meteoros das Perseidas atingirá o seu ponto máximo de actividade, proporcionando uma bela oportunidade de ter uma...
- Publicidade -

Violência marca segunda noite de protestos na Bielorrússia

A polícia na capital da Bielorrússia, Minsk, utilizou gás lacrimogéneo, granadas atordoantes e disparou balas de borracha pela segunda noite consecutiva para reprimir os...

Brasil registra 703 mortes e mais de 22 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde brasileiro registrou nesta segunda-feira mais 703 mortes associadas ao novo coronavírus, fixando o total acumulado em 101.752 óbitos desde o...

Serviços secretos retiram Trump da sala de conferências após tiroteio nas imediações da Casa Branca

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi esta segunda-feira retirado da sala de conferências por um elemento dos serviços secretos. Trump já se encontrava...

Notícias relacionadas

Atenção, esta semana terá uma chuva de meteoros

Será esta semana que a chuva de meteoros das Perseidas atingirá o seu ponto máximo de actividade, proporcionando uma bela oportunidade de ter uma...

Violência marca segunda noite de protestos na Bielorrússia

A polícia na capital da Bielorrússia, Minsk, utilizou gás lacrimogéneo, granadas atordoantes e disparou balas de borracha pela segunda noite consecutiva para reprimir os...

Brasil registra 703 mortes e mais de 22 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde brasileiro registrou nesta segunda-feira mais 703 mortes associadas ao novo coronavírus, fixando o total acumulado em 101.752 óbitos desde o...

Serviços secretos retiram Trump da sala de conferências após tiroteio nas imediações da Casa Branca

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi esta segunda-feira retirado da sala de conferências por um elemento dos serviços secretos. Trump já se encontrava...

Última Hora: Rússia anuncia primeira vacina contra a Covid-19. Filha de Putin já tomou

A primeira vacina a covid-19 registada no mundo, anunciada hoje pelo Presidente russo, Vladimir Putin, vai entrar em circulação em 01 de Janeiro de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.