- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Atentado talibã deixa cinco mortos em Cabul

Atentado talibã deixa cinco mortos em Cabul

Um atentado suicida reivindicado pelos talibãs deixou pelo menos cinco mortos nesta segunda-feira (2) à noite no centro de Cabul, pouco após o encontro entre o presidente afegão, Ashraf Ghani, e o enviado americano Zalmay Khalilzad, dedicado ao acordo de paz.

“Cinco corpos e 50 feridos foram evacuados da área”, disse um porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi, citado pela AFP, que alertou que o balanço de vítimas pode aumentar.

A explosão ocorreu perto do complexo “Green Village”, que abriga agências de ajuda humanitária e organizações internacionais e foi seguida de uma troca de tiros e de uma segunda explosão em um posto de gasolina.

A deflagração ocorreu enquanto a televisão afegã transmitia uma entrevista feita com o enviado americano, no qual mencionou um possível acordo de paz com os talibãs.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujadid, reivindicou a autoria do atentado cometido, segundo ele, por um suicida e um comando.

Imagens postadas nas redes sociais mostram uma densa coluna de fumaça subindo ao céu da capital afegã.

Khalilzad foi recebido nesta segunda pelo presidente afegão, Ashraf Ghani, a quem apresentou o projecto de acordo de paz que negocia com os talibãs há meses. A conclusão do pacto é considerada iminente.

As Forças Armadas dos EUA estão dispostas a retirar tropas de cinco bases no Afeganistão sob o acordo negociado com os talibãs, disse o enviado americano na segunda-feira.

Khalilzad, que negocia com o talibã há quase um ano, disse que a retirada ocorrerá dentro de quatro meses após a aprovação de um acordo final, desde que os talibãs cumpram seus compromissos.

“Estamos prestes a chegar a um acordo que reduzirá a violência e abrirá o caminho para os afegãos se reunirem para negociar uma paz honrosa e duradoura”, afirmou ele no domingo, em Doha, onde acabara de concluir uma nova rodada de negociações com os insurgentes.

- Publicidade -
- Publicidade -

Bolsonaro está em ótimo estado de saúde, diz médico

Após participar da cerimônia que antecedeu o embarque da missão brasileira de ajuda humanitária ao Líbano, o presidente Jair Bolsonaro fez exames na manhã...
- Publicidade -

PJ investiga ameaças a três deputadas e membros da SOS Racismo

Membros da SOS Racismo estiveram esta quarta-feira na sede da Polícia Judiciária onde foram ouvidos depois de na terça-feira terem recebido um e-mail com...

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Notícias relacionadas

Bolsonaro está em ótimo estado de saúde, diz médico

Após participar da cerimônia que antecedeu o embarque da missão brasileira de ajuda humanitária ao Líbano, o presidente Jair Bolsonaro fez exames na manhã...

PJ investiga ameaças a três deputadas e membros da SOS Racismo

Membros da SOS Racismo estiveram esta quarta-feira na sede da Polícia Judiciária onde foram ouvidos depois de na terça-feira terem recebido um e-mail com...

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Morreu o embaixador Luís de Almeida

Luís de Almeida, embaixador de carreira e uma das grandes figuras da diplomacia angolana, morreu, ontem, em Luanda, aos 87 anos, vítima de doença. A...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.