Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Atentado talibã deixa cinco mortos em Cabul

Forças de segurança chegam ao local do ataque suicida, nos arredores de Kunduz (AFP PHOTO / SHAH Marai / AFP / SHAH MARAI)

Um atentado suicida reivindicado pelos talibãs deixou pelo menos cinco mortos nesta segunda-feira (2) à noite no centro de Cabul, pouco após o encontro entre o presidente afegão, Ashraf Ghani, e o enviado americano Zalmay Khalilzad, dedicado ao acordo de paz.

“Cinco corpos e 50 feridos foram evacuados da área”, disse um porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi, citado pela AFP, que alertou que o balanço de vítimas pode aumentar.

A explosão ocorreu perto do complexo “Green Village”, que abriga agências de ajuda humanitária e organizações internacionais e foi seguida de uma troca de tiros e de uma segunda explosão em um posto de gasolina.

A deflagração ocorreu enquanto a televisão afegã transmitia uma entrevista feita com o enviado americano, no qual mencionou um possível acordo de paz com os talibãs.

O porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujadid, reivindicou a autoria do atentado cometido, segundo ele, por um suicida e um comando.

Imagens postadas nas redes sociais mostram uma densa coluna de fumaça subindo ao céu da capital afegã.

Khalilzad foi recebido nesta segunda pelo presidente afegão, Ashraf Ghani, a quem apresentou o projecto de acordo de paz que negocia com os talibãs há meses. A conclusão do pacto é considerada iminente.

As Forças Armadas dos EUA estão dispostas a retirar tropas de cinco bases no Afeganistão sob o acordo negociado com os talibãs, disse o enviado americano na segunda-feira.

Khalilzad, que negocia com o talibã há quase um ano, disse que a retirada ocorrerá dentro de quatro meses após a aprovação de um acordo final, desde que os talibãs cumpram seus compromissos.

“Estamos prestes a chegar a um acordo que reduzirá a violência e abrirá o caminho para os afegãos se reunirem para negociar uma paz honrosa e duradoura”, afirmou ele no domingo, em Doha, onde acabara de concluir uma nova rodada de negociações com os insurgentes.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »