- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo África Sudaneses negociam formação de gabinete de transição

Sudaneses negociam formação de gabinete de transição

Angop

As negociações para formar um gabinete de transição no Sudão tiveram lugar ontem, entre as Forças de Liberdade e Mudança (FLC) e o Primeiro-ministro Addallah Hamdok, noticiou a prensa latina.

Fontes próximas ao jornal Sudan Tribune disseram que a FLC – que apoiou Hamdok a assumir o cargo – mostrou a sua indignação com essa possibilidade, o que afecta particularmente Madani Abás Madani, negociador durante a primeira fase do processo de transição.

Para formar um gabinete “harmonioso e equilibrado”, o governante pretende incorporar no conselho de ministros uma mulher e um representante da região do Kordofan do Sul, uma região de conflito agora sob um cessar-fogo.

Segundo a fonte, Hamdok aprovou 13 dos 18 ministros propostos, mas a semana passada a proposta da equipa do governo já havia sido adiada na semana passada, quando o primeiro-ministro expressou reservas sobre alguns dos candidatos apresentados nas listas de carteiras ministeriais e considerando que as mulheres estão sub-representadas no futuro caso.

As novas estruturas de poder de transição no Sudão devem ser organizadas após a recente assinatura entre a FLC e o Conselho Militar de Transição (CMT) de um acordo político e a Declaração Constitucional.

Por meio desse acordo, assinado no início de Agosto, o poder é compartilhado entre civis e militares na fase de transição, que será estendida por três anos.
O pacto também estabelece que as carteiras do Ministério do Interior e da Defesa estarão nas mãos do CMT.

Desde 11 de Abril passado, no Sudão, a instabilidade política e social aumentou após a demissão às pressões populares do presidente Omar Hassan al-Bashir, que governou esse estado da África Subsaariana por quase 30 anos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Protesto em Luanda: Isabel dos Santos apela por libertação de manifestantes

Empresária usou a hashtag #trabalhandoporangola para expressar no Twitter a sua indignação com a detenção dos manifestantes em Luanda. Organizadores convocam manifestação para 11...
- Publicidade -

Vai começar outra história para o petróleo de Angola?

O decreto presidencial que obriga as petrolíferas internacionais a contratarem serviços e quadros angolanos foi recebido com um sentimento misto. Uns aplaudem esta “angolanização”,...

Polícia dispersa protesto junto ao Tribunal Provincial de Luanda

Cerca de uma centena de pessoas que exigiam a libertação dos manifestantes detidos no sábado (24.10) foram dispersadas com gás lacrimogéneo pela polícia angolana....

João Lourenço no mais importante fórum empresarial de África a convite do Instituto Tony Blair

O Presidente João Lourenço vai estar ao lado ex-primeiro ministro britânico Tony Blair, no dia 5 de Novembro, para participar no Africa Debate, o...

Notícias relacionadas

Protesto em Luanda: Isabel dos Santos apela por libertação de manifestantes

Empresária usou a hashtag #trabalhandoporangola para expressar no Twitter a sua indignação com a detenção dos manifestantes em Luanda. Organizadores convocam manifestação para 11...

Vai começar outra história para o petróleo de Angola?

O decreto presidencial que obriga as petrolíferas internacionais a contratarem serviços e quadros angolanos foi recebido com um sentimento misto. Uns aplaudem esta “angolanização”,...

Polícia dispersa protesto junto ao Tribunal Provincial de Luanda

Cerca de uma centena de pessoas que exigiam a libertação dos manifestantes detidos no sábado (24.10) foram dispersadas com gás lacrimogéneo pela polícia angolana....

João Lourenço no mais importante fórum empresarial de África a convite do Instituto Tony Blair

O Presidente João Lourenço vai estar ao lado ex-primeiro ministro britânico Tony Blair, no dia 5 de Novembro, para participar no Africa Debate, o...

A pedido de João Lourenço Parlamento aprova propostas para agravar penas no novo Código Penal

Com 176 votos a favor e duas abstenções (CASA-CE), a Assembleia Nacional aprovou hoje, na generalidade, as propostas de alteração ao Código Penal Angolano,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.