Radio Calema
InicioMundo LusófonoMoçambiquePapa Francisco instado a questionar direitos humanos em Moçambique

Papa Francisco instado a questionar direitos humanos em Moçambique

Voa

A organização não governamental Amnistia Internacional (AI) instou nesta segunda-feira, o papa Francisco a ter em conta a “crescente violação dos direitos humanos em Moçambique e Madagáscar” durante a visita que efectua a partir de quarta-feira, aos dois países africanos.

“A pompa em torno da visita do Papa Francisco representa uma oportunidade para destacar as violações dos direitos humanos em Madagascar e Moçambique”, escreve a vice-directora da AI para a África Austral, Muleya Mwananyanda, num comunicado divulgado nesta segunda-feira, 2.

A organização de defesa dos direitos humanos afirma que “o Papa Francisco deve abordar as violações dos direitos humanos nos dois países e lembrar aos líderes que o mundo está a acompanhar” a situação.

Mwananyanda considera ainda que “a voz do Papa Francisco sobre violações dos direitos humanos nos dois países pode ser uma ferramenta poderosa para a mudança”, e considera que, no caso de Moçambique, “o assédio a jornalistas deve estar sobre a mesa nesta semana”.

Cabo Delgado

Na nota, a AI lembra que, em Moçambique, “ataques brutais na província de Cabo Delgado por um grupo militante local conhecido como ‘Al-Shabab’ mataram pelo menos 200 vidas e forçaram milhares de outras pessoas a deixar suas casas desde outubro de 2017.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.