Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Data Center da Angola Cables torna-se Ponto de Interconexão (PIX) na América Latina

(Foto enviada pela fonte)

Situado na terceira cidade com maior e mais importante tráfego de internet no Brasil, com circulação de 227 gigabits de dados por segundo, o AngoNAP Fortaleza tornou-se, desde sexta-feira, um Ponto de Interconexão (PIX) na América Latina.

A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, lançou, na sexta-feira, 30 de Agosto, o novo ponto de interligação ao PTT (Ponto de Troca de Tráfego), também conhecido como PIX, no seu recém-inaugurado Data Center, localizado no Brasil, em Fortaleza, Estado do Ceará.

O PIX faz parte da malha de conectividade do IX.br (Brasil Internet Exchange) de Fortaleza, uma iniciativa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), que promove a infra-estrutura necessária para a interligação directa, numa região metropolitana, de redes que participam da Internet no Brasil.

Com este desenvolvimento, o tráfego de informações dos clientes da empresa ficará alojado num único ponto da região – ou seja o Data Center AngoNAP – e os clientes serão beneficiados com diversos outros serviços, como alta capacidade de tráfego de rede, IP trânsito de alta qualidade, acesso a redes de internet ao redor do globo, soluções de Cloud e a todo o ecossistema proporcionado pelo Data Center, assim como o acesso aos cabos submarinos Monet, SACS e WACS, que oferecem a menor latência entre os continentes africano, europeu e americano.

“Considerando que a Angola Cables tem como propósito fomentar um completo HUB de Telecomunicações e um ecossistema de Tecnologias de Informação e Comunicação, dispomos agora de um PIX que vai tornar o Data Center um verdadeiro marketplace para os clientes da região”, disse António Nunes, CEO da Angola Cables.

“O IX.br de Fortaleza tem-se consolidado como um dos maiores Pontos de Troca de Tráfego Internet na América Latina e, neste contexto, a inauguração do PIX da Angola Cables contribui para melhorar a qualidade da interligação entre as redes que formam a Internet, beneficiando não só a cidade de Fortaleza, mas toda a região”, destaca Milton Kaoru Kashiwakura, Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br.

Dentro do PIX, os seus utilizadores tais como provedores de acesso à Internet e empresas de serviço de streaming estarão ligadas directamente a 174 outras redes.

Constata-se que cada vez mais empresas que precisam de trafegar dados, buscam empresas de telecomunicações que, além de fornecerem a infra-estrutura avançada e soluções inovadoras de transmissão de dados, possam oferecer um ecossistema completo e integrado, como é o caso do Data Center da Angola Cables de Fortaleza, que está a ajudar a transformar o panorama digital e de conectividade no Hemisfério Sul.

(Nota enviada ao Portal de Angola com pedido de publicação)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »