Radio Calema
InicioVidaSaúdeCerca de 28 pacientes com tuberculose abandonam tratamento no Dundo

Cerca de 28 pacientes com tuberculose abandonam tratamento no Dundo

Vinte e oito pacientes dos três mil e 232 abandonaram o tratamento no hospital sanatório do Sacavula no Dundo de Janeiro a Julho do ano em curso, optando pela medicação tradicional, soube hoje (segunda-feira), a Angop.

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma micro-bactéria (Bacilo de Koch) que pode infectar vários órgãos, como o pulmão, a pleura, os ossos, o sistema nervoso, os linfonodos, os intestinos e o sistema genito-urinário e a sua transmissão é directa, de pessoa para pessoa, ao falar, espirrar ou tossir.

A presença da desnutrição, diabetes, tabagismo, uso de drogas e queda da imunidade são factores de risco para que a micro-bactéria se multiplique e desenvolva a infecção.

Segundo a directora-clínica da unidade sanitária, Mariana Sousa, a situação é preocupante porque os pacientes podem contagiar os familiares e por via desta, causar disseminação da doença.

Disse que o hospital dispõe de condições necessárias para acomodação, assistência médica e alimentar, para o internamento condigno de pacientes, daí supor que a fuga pode estar ligada a questões culturais.

A médica aconselhou os pacientes a fazerem o tratamento regularmente com vista a evitarem o agravamento da doença.

Actualmente estão internados no hospital sanatório 113 pacientes, dos três mil e 232 casos diagnosticados, 19 dos quais resultaram em óbito.

Em 2018, a unidade sanitária registou três mil e 943 pacientes com tuberculose, tendo internado 404, dos quais 46 morreram.

O hospital sanatório tem capacidade para 120 camas, atende pacientes não só da Lunda Norte, mas também das províncias da Lunda Sul e Luanda, com mais ênfase para os trabalhadores das empresas mineiras.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.