- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques China e EUA iniciam nova ronda de tarifas na guerra comercial

China e EUA iniciam nova ronda de tarifas na guerra comercial

O governo Trump começará a cobrar tarifas de 15% sobre mais de US $ 125 biliões em importações chinesas, incluindo alto-falantes inteligentes, fones de ouvido Bluetooth e muitos tipos de calçados.

Segundo avança a Reuters, citada pelo The Hindu, a China e Estados Unidos começaram a impor tarifas adicionais sobre os produtos um do outro no domingo, a mais recente escalada numa guerra comercial contundente, apesar dos sinais de que as negociações serão retomadas em algum momento deste mês.

Uma nova ronda de tarifas entrou em vigor a partir de 0401 GMT, com a taxa de Pequim de 5% sobre o petróleo dos EUA marcando a primeira vez que o combustível foi alvejado desde que as duas maiores economias do mundo iniciaram a sua guerra comercial há mais de um ano.

O governo Trump começará a cobrar tarifas de 15% sobre mais de US $ 125 biliões em importações chinesas, incluindo alto-falantes inteligentes, fones de ouvido Bluetooth e muitos tipos de calçados.

Em retaliação, a China começou a impor tarifas adicionais a alguns dos produtos norte-americanos numa lista de metas de US $ 75 biliões. Pequim não especificou o valor dos produtos que enfrentam tarifas mais altas a partir de domingo.

As tarifas extras de 5% e 10% foram cobradas sobre 1.717 itens, de um total de 5.078 produtos originários dos Estados Unidos. Pequim começará a cobrar tarifas adicionais sobre o restante a partir de 15 de Dezembro.

A mídia estatal chinesa atingiu uma nota desafiadora.

“Os Estados Unidos devem aprender a se comportar como uma potência global responsável e parar de agir como um ‘valentão da escola'”, disse a agência oficial de notícias Xinhua.

“Como a única superpotência do mundo, ela precisa assumir a sua devida responsabilidade e se juntar a outros países para tornar este mundo um lugar melhor e mais próspero. Só então os Estados Unidos poderão se tornar grandes novamente.

As tarifas não podem impedir o desenvolvimento da China, afirmou o Diário Popular do Partido Comunista.

“A economia em expansão da China transformou a China num terreno fértil para investimentos que empresas estrangeiras não podem ignorar”, afirmou num comentário sob o nome de “Zhong Sheng”, ou “Voz da China”, que costuma ser usada para expressar a sua opinião sobre política externa.

No mês passado, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que estava a aumentar as tarifas existentes e planeadas em 5%, em cerca de US $ 550 biliões em importações chinesas, depois que Pequim anunciou as suas próprias tarifas retaliatórias sobre produtos norte-americanos.

As tarifas de 15% para celulares, laptops, brinquedos e roupas entrarão em vigor em 15 de Dezembro.

O Gabinete do Representante de Comércio dos EUA disse na quinta-feira que vai colher comentários públicos até 20 de Setembro sobre um aumento planeado de tarifas para 30% em uma lista de US $ 250 biliões em mercadorias já atingidas com uma tarifa de 25%.

As equipas de comércio da China e dos Estados Unidos continuam a conversar e vão reunir-se em Setembro, mas o aumento das tarifas de mercadorias chinesas programadas para domingo não será adiado, disse Trump.

Por dois anos, o governo Trump tentou pressionar a China a fazer mudanças radicais nas suas políticas de protecção à propriedade intelectual, transferências forçadas de tecnologia para empresas chinesas, subsídios industriais e acesso ao mercado.

A China negou consistentemente as acusações de Washington de práticas comerciais desleais, prometendo revidar em espécie e criticando as medidas americanas como proteccionistas.

A China também pressionou os Estados Unidos a cancelar o aumento de tarifas, mas disse na semana passada que uma rodada de negociações em Setembro estava a ser discutida entre os dois.

A guerra comercial pressiona ainda mais os laços Pequim-Washington, já ofuscados pelos exercícios de liberdade de navegação dos EUA perto das ilhas ocupadas pela China no disputado Mar da China Meridional e pelo apoio dos EUA a Taiwan auto-governada e democrática, que a China afirma ser sua.

- Publicidade -
- Publicidade -

Costa do Marfim prepara-se para presidenciais por entre violência e contestação

A Costa do Marfim destacou cerca de 35 mil policias e forças de segurança da Costa do Marfim para a eleição presidencial da próxima...
- Publicidade -

Papa Francisco eleva vários prelados a cardeais, entre eles um negro americano

O Papa Francisco nomeou no domingo 13 novos cardeais, incluindo o arcebispo de Washington D.C. Wilton Gregory, que se tornou no primeiro prelado negro...

PGR angolana faz interpretação errada da lei quanto às imunidades

O jurista Rui Verde considerou hoje que a Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana "está a fazer uma interpretação errada da Constituição" no que se...

“Ar Condicionado”, de Aline Frazão, “passeia” por festivais internacionais

O álbum da banda sonora original do filme Ar Condicionado está nas mais variadas plataformas digitais desde o passado 2 de Outubro. O CD da...

Notícias relacionadas

Costa do Marfim prepara-se para presidenciais por entre violência e contestação

A Costa do Marfim destacou cerca de 35 mil policias e forças de segurança da Costa do Marfim para a eleição presidencial da próxima...

Papa Francisco eleva vários prelados a cardeais, entre eles um negro americano

O Papa Francisco nomeou no domingo 13 novos cardeais, incluindo o arcebispo de Washington D.C. Wilton Gregory, que se tornou no primeiro prelado negro...

PGR angolana faz interpretação errada da lei quanto às imunidades

O jurista Rui Verde considerou hoje que a Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana "está a fazer uma interpretação errada da Constituição" no que se...

“Ar Condicionado”, de Aline Frazão, “passeia” por festivais internacionais

O álbum da banda sonora original do filme Ar Condicionado está nas mais variadas plataformas digitais desde o passado 2 de Outubro. O CD da...

Manifestação em Luanda: Seis jornalistas entre os detidos

Informação foi avançada este domingo pelo presidente do sindicato da categoria. Três jornalistas permanecem detidos. Governadora de Luanda considerou protesto "ato de vandalismo e...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.