Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Peregrinos acreditam na bênção da mamã Muxima

(PAULO CUNHA/LUSA)

Angop

A habitual peregrinação à mamã Muxima que acontece todos os anos na sede municipal da Quiçama, em Luanda, sob os auspícios da Igreja Católica, é uma tradição em que os peregrinos acreditam receber bênçãos, entre outras para a saúde da família.

Infelizmente, nesta edição 2019, a romaria à Muxima começou com dor e luto, marcada com dois acidentes de viação à entrada da vila, tendo o segundo provocado duas vítimas humanas e ferido três outras.

De acordo com a peregrina Elisa Augusto, 42 anos de idade, proveniente do município do Kilamba Kiaxi (Luanda), que frequenta a este ritual católico há mais de oito anos, desde a sua entrega a essa causa a saúde da sua família melhorou substancialmente.

O jovem Ludy Assis de 22 anos, que veio da província de Cuanza-Norte, município de Cambambe, frisou que crê em Jesus Cristo através da mamã Muxima que lhe tem abençoado na sua vida académica e na segurança social.

Falando a Angop, a devota Rita Teresa de 37 anos, proveniente do Cuanza Sul, confirmou que a sua vinda à Muxima já leva mais de dez anos e tem certeza da fé em Jesus Cristo.

A religiosa reconheceu que graças a sua frequência às romarias, conseguiu conceber os seus dois filhos, após muitos anos de fracasso.

Continuam a afluir centenas de devotos à vila da Muxima para a peregrinação que começa hoje, com a missa de abertura que será realizada às 18 horas, seguida de uma procissão à luz de velas e vigília.

A sessão de abertura da peregrinação será presidida pelo arcebispo de Luanda, Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias e o encerramento previsto para domingo sob a égide do bispo de Viana, Dom Emílio Sumbelelo.

O reitor do santuário da Muxima, padre Rigoberto Diaz Villanueva revela que há pessoas que desejam maldades para outrem, durante a peregrinação, práticas reprováveis e apela por isso, aos devotos, a se absterem de práticas lesivas à religião.

A peregrinação à Muxima decorre sob o lema “Com Maria, celebremos a fé em Jesus Cristo”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »