- Publicidade-
InicioDestaquesMais de mil técnicos de saúde iniciam funções em Benguela

Mais de mil técnicos de saúde iniciam funções em Benguela

Angop

Mil e 518 técnicos de saúde apurados no concurso público de 2018, entre os quais 100 médicos, iniciam funções a partir de 01 de Setembro próximo, na província de Benguela, após a recepção, nesta sexta-feira, das respectivas guias de marcha.

Entre os novos técnicos estão, além de médicos, técnicos médios e superiores de diagnóstico terapêutico, médios e superiores de enfermagem, dentre outros, que deverão ser distribuídos pelos 10 municípios da província de Benguela.

Na ocasião, o director do Gabinete Provincial da Saúde, António Manuel Cabinda, fez um resumo dos procedimentos que nortearam o concurso de 2018, em que participaram 4.805 candidatos, e solicitou aos apurados espírito de sacrifico e humanismo no atendimento ao público.

Já a vice-governadora Deolinda Valiangula, que orientou o acto, apontou os aspectos que devem guiar o quotidiano dos novos profissionais de saúde para conseguirem se firmar como bons enfermeiros, médicos e óptimos técnicos de diagnóstico.

Segundo a governante, os novos quadros da Saúde devem estar preparados para trabalhar sob pressão e stress, ser proactivos com os acontecimento da localidade em que vão actuar, saber lidar com os pacientes, ser flexíveis e ter resiliência no seu quotidiano.

Entretanto, a médica Eugénia Sapalo, que vai trabalhar no município da Ganda, bastante emocionada, disse estar pronta para colocar o seu saber ao serviço da população ali onde estiver destacada.

“Depois de algum tempo de espera, é com bastante satisfação e orgulho que recebo essa guia e certamente darei o melhor de mim em prol da saúde da população da Ganda”, referiu.

Já Adilson Mendes, médico encaminhado para o município do Balombo, disse estar preparado para enfrentar e superar as dificuldades no terreno, numa zona de Benguela que já conhece.

O ingresso destes técnicos vem responder a uma necessidade urgente de quadros no sector da Saúde, após o anunciado fim dos contratos com os mais de 200 trabalhadores eventuais, a partir de 01 de Janeiro de 2020.

A província de Benguela tem uma população estimada em 2,6 milhões de habitantes, dos quais cerca de 68 porcento e está concentrada nos municípios do litoral, Benguela, Lobito, Baía Farta e Catumbela. Conta com uma rede de cerca de 200 unidades sanitárias, entre os quais hospitais, centros e postos médicos, dentre outros.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.