Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Angola consolida parceria com Japão

(DR)

Angop

Angola marcou mais um passo importante para a consolidação da parceria estratégica com o Japão, durante a TICAD7, que permitiu a identificação de novas áreas de cooperação, fundamentalmente no domínio das finanças.

O compromisso entre os dois Estados ficou simbolizado pela assinatura do memorando entre as autoridades angolanas e o Banco JBIC do Japão, ponto de partida para negociações que visam a atribuição, a Angola, de um financiamento de USD 400 milhões.

A instituição financeira nipónica já financiou a reabilitação, modernização e expansão do Porto do Namibe e a recuperação das três principais indústrias têxteis do país.

Além do domínio das finanças, Angola aproveitou a participação na sétima Conferência Internacional de Tóquio Para o Desenvolvimento de África (TICAD7) para discutir com empresas japonesas a criação de projectos na área dos transportes e da construção.

Para tal, o Presidente da República, João Lourenço, recebeu o vice-presidente da Toyota Tshuso, Hideki Yanase, com quem discutiu a possibilidade da abertura de uma linha de montagem de automóveis dessa marca japonesa em Angola.

O investimento estimado pelo executivo da Toyota para esta linha de montagem de automóveis ronda entre 100 a 200 milhões de dólares norte-americanos.

A empresa vai financiar a execução do projecto integrado da Baía do Namibe, que vai incluir a expansão do Porto Comercial e a recuperação completa do Terminal Mineiro de Saco-Mar, para o escoamento e exportação do minério de Ferro das Minas de Cassinga, província da Huíla.

Ainda à margem da TICAD7, o Presidente angolano discutiu com o responsável máximo da empresa japonesa “Marubeni”, Masumi Kakinoki, a possibilidade de construção de barragens na província do Cunene (Angola), que regista uma severa seca.

A Marubeni também manifestou a intenção de participar directamente no processo de diversificação da economia, investindo em unidade industriais.

Essa empresa foi responsável pela reabilitação e modernização das três principais indústrias têxteis do país: Satec (Cuanza Norte), Alassola (Benguela) e Textang II (Luanda).

No domínio diplomático, João Lourenço desenvolveu intensa actividade para fortalecer as relações político-económicas com o Japão e com outros líderes africanos que buscaram, de 28 a 30 deste mês, no Japão, soluções sustentáveis para o desenvolvimento de África.

O Chefe de Estado angolano reuniu-se com o primeiro-ministro Japonês, Shinzu Abe, que prometeu mobilizar o empresariado do seu país para investir fortemente em Angola.

O governante nipónico convidou João Lourenço para efectuar uma visita oficial ao seu país, no primeiro trimestre do próximo ano (2020).

Além do encontro com o primeiro-ministro japonês, o Chefe de Estado angolano reuniu-se com o Presidente das Comores, Azali Assoumani, para avaliar a questão do reforço da cooperação.

À semelhança da autoridade japonesa, o estadista das Comores convidou o homólogo angolano para participar numa conferência de doadores, destinada ao seu país.

No encontro, os dois estadistas concordaram em criar, até Dezembro deste ano, uma comissão mista para facilitar as relações bilaterais entre os dois países.

A agenda do Presidente da República incluiu também uma audiência com o director regional do UNICEF para África do Oeste e Este, Mohamed Malick, que foi portador de uma mensagem da directora Executiva deste organismo das Nações Unidas.

João Lourenço recebeu ainda o executivo da Vacine Alliance, Seth Berkley, com quem falou sobre a actual situação de Angola em relação à vacinação e à imunização.

De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, os objectivos da participação de Angola na TICAD7 foram alcançados.

Afirmou que a primeira participação de João Lourenço nesse importante fórum permitiu ao Chefe de Estado angolano contribuir para o debate e reflexões, bem como estabelecer vários contactos bilaterais, começando pelas autoridades do país anfitrião.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »