- Publicidade-
InicioMundoÁfricaRDC/Ebola : Dois mil mortos dos três mil casos notificados

RDC/Ebola : Dois mil mortos dos três mil casos notificados

O número de casos de Ebola recenseado na República Democrática do Congo (RDC) atingiu os três mil, nesta sexta-feira, 30 de Agosto, um ano depois da sua descoberta no Leste do país, anunciaram as autoridades sanitárias congolesas, citadas pela AFP.

“Desde o início da epidemia, o total dos casos é de 3004, dos quais 2.899 confirmados e 105 prováveis. No total, houve 2.006 mortes”, indica o Comité nacional multissectorial congolês de resposta contra o Ebola, no seu boletim de quinta-feira, publicado nesta sexta-feira. Segundo a mesma fonte, foram declaradas curadas “902 pessoas”.

Altamente contagioso, o Ebola provoca a morte 25 e 90% dos doentes, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Não existe tratamento ou vacina de Ebola comercializada, mas sim, vários ensaios.

O mesmo transmite-se por contacto directo com o sangue, as secreções corporais (calor, fezes, etc.), por via sexual e manipulação sem precaução dos cadáveres contaminados.

Declarada a 01 de Agosto de 2018, a actual epidemia de Ebola na RDC é a décima naquele país africano. Em treze meses, estendeu-se em três provinciais do Leste da RDC, nomeadamente Kivu-Norte, Ituri e Kivu-Sul.

Sexta-feira, faleceu uma menina congolesa de nove anos, detectada quinta-feira com o vírus, no Uganda, ida da RDC. Em Junho, três membros de uma mesma família morreram no Uganda, depois de ter contraído o Ebola na RDC.

Mas, no fim de Julho a OMS, não tendo detectado um outro caso, declarou o Uganda livre do Ebola.

A actual epidemia, é a segunda mais importante na história do Ebola, depois daquele que matou mais de 11 mil pessoas na África Ocidental, respectivamente na Guiné-Conakry, Libéria e Sierra Leoa, em 2013-2014.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, chega neste sábado à RDC, para apoiar o combate ao Ebola. Visitará Goma e Beni, epicentro da epidemia.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.