- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo México México: 3.024 fossas clandestinas foram encontradas desde 2006

México: 3.024 fossas clandestinas foram encontradas desde 2006

Mais de 3.000 fossas clandestinas com quase 5.000 corpos foram descobertas no México desde o lançamento de uma polémica ofensiva militar contra o tráfico de drogas em 2006 – anunciou o governo em um histórico informe divulgado nesta sexta-feira (30).

No Dia Internacional das Vítimas de Desaparecimentos Forçados, escreve a AFP, a Comissão Nacional de Buscas – encarregada de encontrar 40.000 pessoas dadas como desaparecidas no país – informou que foram descobertas 3.024 fossas clandestinas no México, com pelo menos 4.974 corpos.

“É a primeira vez que se faz, do Governo Federal, um reconhecimento do número de fossas clandestinas”, disse a comissária Nacional de Busca, Karla Quintana, que apresentou o relatório ao lado do presidente Andrés Manuel López Obrador, em sua habitual entrevista colectiva matinal.

Enquanto o governo apresentava esses números no Palácio Nacional, familiares de desaparecidos e organizações de direitos humanos protestavam do lado de fora.

Carregando fotos de seus familiares desaparecidos, dezenas de pessoas gritavam “nossos filhos, onde estão?”.

Os desaparecimentos não diminuíram com a chegada de López Obrador, de acordo com o informe, o mais completo já feito até o momento. De 1º de Dezembro, quando López Obrador tomou posse, a 14 de Agosto, foram identificadas 522 fossas com pelo menos 671 corpos.

Deste total, apenas 200 foram identificados, e 116, entregues às suas famílias, de acordo com dados divulgados pela comissão.

“Em governos anteriores, isso foi minimizado e, agora, a busca de pessoas foi tomada como uma prioridade”, afirmou o subsecretário dos Direitos Humanos do México, Alejandro Encinas.

O México foi golpeado por uma onda de violência desde que declarou guerra contra os poderosos cartéis de drogas.

Desde Dezembro de 2006, quando o governo lançou a operação militar antidrogas, o país registou mais de 250.000 homicídios, segundo números oficiais, que não detalham quanto casos estariam ligados ao crime organizado.

- Publicidade -
- Publicidade -

Se o Governo falhar, falhamos todos!

A “ COVID-19 não é brincadeira! Além de estar a causar uma segunda vaga em Portugal e noutros países, esta confirmação levou agora o...
- Publicidade -

Candidato à liderança da Federação Angolana de Futebol: Tony Estraga aposta na credibilização do Desporto-rei

Organizar, modernizar a federação e credibilizar o futebol figuram entre as linhas de força do antigo internacional, António Gomes "Tony Estraga", cuja intenção de...

Tomada de Posse da Associação Provincial de Natação de Luanda

No passado dia 05 de Junho de 2020 foi constituída uma nova associação em Prol do desenvolvimento da natação de Luanda. A APNL (Associação...

Economista José Cerqueira: “A saída da crise passa por encarar de frente a luta contra a inflação”

Foi um dos rostos do SEF - Saneamento Económico e Financeiro, um programa de reformas implementado ainda durante o regime de partido único, que...

Notícias relacionadas

Se o Governo falhar, falhamos todos!

A “ COVID-19 não é brincadeira! Além de estar a causar uma segunda vaga em Portugal e noutros países, esta confirmação levou agora o...

Candidato à liderança da Federação Angolana de Futebol: Tony Estraga aposta na credibilização do Desporto-rei

Organizar, modernizar a federação e credibilizar o futebol figuram entre as linhas de força do antigo internacional, António Gomes "Tony Estraga", cuja intenção de...

Tomada de Posse da Associação Provincial de Natação de Luanda

No passado dia 05 de Junho de 2020 foi constituída uma nova associação em Prol do desenvolvimento da natação de Luanda. A APNL (Associação...

Economista José Cerqueira: “A saída da crise passa por encarar de frente a luta contra a inflação”

Foi um dos rostos do SEF - Saneamento Económico e Financeiro, um programa de reformas implementado ainda durante o regime de partido único, que...

Tony Blair: “A África pode cortar o cordão da ajuda. O verdadeiro desafio não é a falta de estratégia dos Estados, mas o tempo...

Num artigo anterior a este publicado pela revista francófona Jeune Afrique, o ex-Primeiro Ministro britânico afirmou: "O verdadeiro desafio não é a falta de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.