- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Luanda: Polícia lança mais de mil novos efectivos para trabalho operativo

Luanda: Polícia lança mais de mil novos efectivos para trabalho operativo

Mil cento e noventa e quatro (1.194) novos Agentes foram, hoje, lançados para reforçar o trabalho operativo a nível da capital, após conclusão do 17° Curso Básico de Polícia de ordem pública.

Durante nove meses de formação, com mais de mil horas de instrução, nas Escolas de Ordem Pública e de Protecção e Intervenção, avança a corporação na sua página oficial, os novos Agentes de autoridade foram capacitados em matérias de Direitos Humanos, Disciplina Militar, Tácticas e Técnicas de Intervenção Policial e outras valências, que vão permitir a garantia, incondicional, da segurança e bem-estar das comunidades, segundo informou o Director da Escola de Ordem Pública, Comissário, João Elias de Sousa.

Na circunstância, o presidente do acto de encerramento e Comandante-Geral da Polícia Nacional, Comissário-Geral, Paulo Gaspar de Almeida, exortou os recém-formados a pautarem pela disciplina e responsabilidade social, de modos a se fazer cumprir as Leis de organização e segurança do estado.

“A partir de hoje vão iniciar um exercício nobre, mas delicado. Pois passaram de cidadãos para Agentes da autoridade. Um atributo responsável que exigirá de vós firmeza, coragem e sentido patriótico, associados ao cumprimento das leis e garante da ordem”, reiterou Paulo de Almeida.

Ainda no seu discurso, o Comissário-Geral afirmou contar com estes para aumentar a capacidade operativa do órgão, pois o actual quadro de segurança pública, a nivel da capital, é delicado.

O momento foi marcado pela entrega de certificado de mérito, demonstração de artes marciais e actuação policial.

Recorde-se que, os finalistas constituem o remanescente dos alistados do Concurso de Ingresso da Polícia Nacional de 2014.

- Publicidade -
- Publicidade -

Atlantic Ventures desmente Estado angolano e garante: “Tribunal Arbitral de Paris apenas não tinha competência para julgar o caso”

Em resposta ao comunicado emitido pelo Ministro dos Transportes de Angola, Viegas de Abreu, segundo o qual a empresa Atlantic Ventures teria sido condenada...
- Publicidade -

Com mais de 20 mil novos casos, Brasil se aproxima das 2 milhões de infecções pela COVID-19

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou em 20.286 nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado a mais de...

Detido antigo director do gabinete do governador do Cuanza Sul

O antigo director do gabinete do governador da província do Cuanza Sul, Gildo Ferreira, foi detido segunda-feira (13) pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC). O...

Comité especial da OPEP+ prepara redução de cortes na produção de Petróleo

A produção de petróleo da OPEP+, organização que junta os Países Exportadores (OPEP) e um grupo de outros 10 produtores liderados pela Rússia, vai...

Notícias relacionadas

Atlantic Ventures desmente Estado angolano e garante: “Tribunal Arbitral de Paris apenas não tinha competência para julgar o caso”

Em resposta ao comunicado emitido pelo Ministro dos Transportes de Angola, Viegas de Abreu, segundo o qual a empresa Atlantic Ventures teria sido condenada...

Com mais de 20 mil novos casos, Brasil se aproxima das 2 milhões de infecções pela COVID-19

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou em 20.286 nas últimas 24 horas, elevando o total acumulado a mais de...

Detido antigo director do gabinete do governador do Cuanza Sul

O antigo director do gabinete do governador da província do Cuanza Sul, Gildo Ferreira, foi detido segunda-feira (13) pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC). O...

Comité especial da OPEP+ prepara redução de cortes na produção de Petróleo

A produção de petróleo da OPEP+, organização que junta os Países Exportadores (OPEP) e um grupo de outros 10 produtores liderados pela Rússia, vai...

Banco Mundial vai ajudar Guiné-Bissau a diminuir dívida pública

Bissau quer diminuir a dívida pública para assinar um novo programa de assistência com o FMI. Impacto económico da pandemia será "muito negativo" porque...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.