Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

“Menos Álcool Mais Vida”. Membro do Governo cabo-verdiano criticado por promover bebida alcoólica

(DR)

DN|Lusa

O coordenador da campanha “Menos Álcool Mais Vida” em Cabo Verde, Manuel Faustino, criticou o ministro das Finanças, Olavo Correia, por ter feito promoção a uma marca de bebidas alcoólicas na sua página no Facebook.

Questionado pela agência Lusa sobre essa promoção por parte do membro do Governo cabo-verdiano, Manuel Faustino disse que não concorda e que isso é um “paradoxo”, já que a nova lei é uma iniciativa do Governo.

“Naturalmente, nós não estamos de acordo com isso. Independentemente de ser parceiro da campanha, a lei, que vai entrar em vigor a 05 de outubro e que vai proibir todo o tipo de publicidade, é uma iniciativa do Governo”, afirmou o responsável.

Neste sentido, o também chefe da Casa Civil da Presidência da República disse que vai continuar a chamar a atenção sobre isso, caso for questionado.

“Se formos solicitados vamos dizer isso, que não estamos de acordo, não vamos tomar iniciativa de dizer ‘isso não é correto’, mas se isso me for colocado vou dizer ‘não concordo’, que não é positivo, é contraditório” ,sustentou Manuel Faustino.

“A questão ultrapassa o Governo, é um problema muito sério de saúde pública, que diz respeito às pessoas, e, ou as pessoas assumem as suas responsabilidades ou não, e quem não assume, a gente tem que dizer isso”, acrescentou Faustino à Lusa.

A referência, acompanhada de fotos de garrafas da bebida e dos donos da empresa, foi feita pelo também vice-primeiro-ministro cabo-verdiano em 23 de agosto, após visitar a unidade de produção.

Segundo Olavo Correia, a fábrica tem uma “potencialidade enorme” e “tudo para ser uma grande marca e um selo de qualidade de produtos made in Cabo Verde no mundo”.

Na página, onde publicita praticamente todas as atividades do seu Ministério, o governante disse que o Governo quer “ajudar a valorizar e engrandecer grandes marcas” e garantiu que referida marca de bebidas alcoólicas “contará com todo o apoio” do Executivo.

A promoção foi feita numa altura em que a Presidência da República de Cabo Verde tem em marcha uma campanha denominada “Menos Álcool, Mais Vida”, de prevenção do consumo abusivo do álcool e do alcoolismo.

O Governo de Cabo Verde é parceiro da campanha, através dos Ministérios da Saúde e da Segurança Social, da Educação e da Família Inclusão Social.

A 05 de outubro vai entrar em vigor uma nova lei que regula a venda, a publicidade e o consumo de bebidas alcoólicas no país, que em janeiro foi aprovada por unanimidade no parlamento do país.

Manuel Faustino disse ainda que a Câmara Municipal da Praia deveria ter “outra posição”, já que, tal como outras, a publicidade da mesma bebida alcoólica está espalhada em ?outdoors’ pelas ruas da capital cabo-verdiana.

Em julho, a coordenação da campanha “Menos Álcool, Mais Vida” proclamou o próximo ano como de mobilização nacional de prevenção do alcoolismo e lançou o desafio de instituir o 01 de julho como dia nacional de prevenção desse que é um dos maiores flagelos sociais do país.

Um diagnóstico apresentado em setembro do ano passado apontou que o consumo de álcool e drogas estão entre os principais problemas de saúde dos adolescentes cabo-verdianos.

Entre 2002 e 2015, as famílias cabo-verdianas mais do que duplicaram as despesas com bebidas alcoólicas, que representavam 4% do orçamento familiar.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »