- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Cabo Verde "Menos Álcool Mais Vida". Membro do Governo cabo-verdiano criticado por promover bebida...

“Menos Álcool Mais Vida”. Membro do Governo cabo-verdiano criticado por promover bebida alcoólica

DN|Lusa

O coordenador da campanha “Menos Álcool Mais Vida” em Cabo Verde, Manuel Faustino, criticou o ministro das Finanças, Olavo Correia, por ter feito promoção a uma marca de bebidas alcoólicas na sua página no Facebook.

Questionado pela agência Lusa sobre essa promoção por parte do membro do Governo cabo-verdiano, Manuel Faustino disse que não concorda e que isso é um “paradoxo”, já que a nova lei é uma iniciativa do Governo.

“Naturalmente, nós não estamos de acordo com isso. Independentemente de ser parceiro da campanha, a lei, que vai entrar em vigor a 05 de outubro e que vai proibir todo o tipo de publicidade, é uma iniciativa do Governo”, afirmou o responsável.

Neste sentido, o também chefe da Casa Civil da Presidência da República disse que vai continuar a chamar a atenção sobre isso, caso for questionado.

“Se formos solicitados vamos dizer isso, que não estamos de acordo, não vamos tomar iniciativa de dizer ‘isso não é correto’, mas se isso me for colocado vou dizer ‘não concordo’, que não é positivo, é contraditório” ,sustentou Manuel Faustino.

“A questão ultrapassa o Governo, é um problema muito sério de saúde pública, que diz respeito às pessoas, e, ou as pessoas assumem as suas responsabilidades ou não, e quem não assume, a gente tem que dizer isso”, acrescentou Faustino à Lusa.

A referência, acompanhada de fotos de garrafas da bebida e dos donos da empresa, foi feita pelo também vice-primeiro-ministro cabo-verdiano em 23 de agosto, após visitar a unidade de produção.

Segundo Olavo Correia, a fábrica tem uma “potencialidade enorme” e “tudo para ser uma grande marca e um selo de qualidade de produtos made in Cabo Verde no mundo”.

Na página, onde publicita praticamente todas as atividades do seu Ministério, o governante disse que o Governo quer “ajudar a valorizar e engrandecer grandes marcas” e garantiu que referida marca de bebidas alcoólicas “contará com todo o apoio” do Executivo.

A promoção foi feita numa altura em que a Presidência da República de Cabo Verde tem em marcha uma campanha denominada “Menos Álcool, Mais Vida”, de prevenção do consumo abusivo do álcool e do alcoolismo.

O Governo de Cabo Verde é parceiro da campanha, através dos Ministérios da Saúde e da Segurança Social, da Educação e da Família Inclusão Social.

A 05 de outubro vai entrar em vigor uma nova lei que regula a venda, a publicidade e o consumo de bebidas alcoólicas no país, que em janeiro foi aprovada por unanimidade no parlamento do país.

Manuel Faustino disse ainda que a Câmara Municipal da Praia deveria ter “outra posição”, já que, tal como outras, a publicidade da mesma bebida alcoólica está espalhada em ?outdoors’ pelas ruas da capital cabo-verdiana.

Em julho, a coordenação da campanha “Menos Álcool, Mais Vida” proclamou o próximo ano como de mobilização nacional de prevenção do alcoolismo e lançou o desafio de instituir o 01 de julho como dia nacional de prevenção desse que é um dos maiores flagelos sociais do país.

Um diagnóstico apresentado em setembro do ano passado apontou que o consumo de álcool e drogas estão entre os principais problemas de saúde dos adolescentes cabo-verdianos.

Entre 2002 e 2015, as famílias cabo-verdianas mais do que duplicaram as despesas com bebidas alcoólicas, que representavam 4% do orçamento familiar.

- Publicidade -
- Publicidade -

Número de endividados sem capacidade de pagamento atinge 4,6 milhões no Brasil

Cerca de 4,6 milhões de endividados no Brasil devem a instituições financeiras mais do que podem pagar.O Banco Central (BC) divulgou nesta quinta-feira (4)...
- Publicidade -

Homem esfaqueia 37 crianças e dois adultos numa escola da China

Um segurança de uma escola primária na cidade de Cangwu, no sul da China, esfaqueou pelo menos 39 pessoas, nesta quinta-feira, 4."Trinta e sete...

Lunda Norte ganha praça da cultura

Uma praça da cultura está ser construída no distrito urbano do Dundo, defronte o Museu Regional, para permitir aos artistas a comercialização dos seus...

Trump soma à lista negra de sanções dos EUA intermediária de remessas em Cuba

O governo de Donald Trump somou nesta quarta-feira (3) à lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos a empresa cubana Fincimex, a instituição financeira...

Notícias relacionadas

Número de endividados sem capacidade de pagamento atinge 4,6 milhões no Brasil

Cerca de 4,6 milhões de endividados no Brasil devem a instituições financeiras mais do que podem pagar.O Banco Central (BC) divulgou nesta quinta-feira (4)...

Homem esfaqueia 37 crianças e dois adultos numa escola da China

Um segurança de uma escola primária na cidade de Cangwu, no sul da China, esfaqueou pelo menos 39 pessoas, nesta quinta-feira, 4."Trinta e sete...

Lunda Norte ganha praça da cultura

Uma praça da cultura está ser construída no distrito urbano do Dundo, defronte o Museu Regional, para permitir aos artistas a comercialização dos seus...

Trump soma à lista negra de sanções dos EUA intermediária de remessas em Cuba

O governo de Donald Trump somou nesta quarta-feira (3) à lista de entidades sancionadas pelos Estados Unidos a empresa cubana Fincimex, a instituição financeira...

Tribunal Constitucional chumba pedido de Habeas Corpus de ex-ministro Augusto Tomás

O Tribunal Constitucional (TC) chumbou esta semana o pedido de Habeas Corpus interposto pela equipa de advogados do ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, o...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.