- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal "Mais do que saber nomes dos comissários", interessa discutir política europeia

“Mais do que saber nomes dos comissários”, interessa discutir política europeia

Catarina Martins reagiu esta terça-feira à nomeação de Elisa Ferreira para comissária europeia.

A coordenadora do Bloco de Esquerda felicitou na terça-feira à noite Elisa Ferreira pela designação para comissária europeia, mas considerou que, mais do que nomes, o que interessa discutir é “qual vai ser a política” seguida.

“Desejamos o melhor mandato possível a Elisa Ferreira, mas nós estamos preocupados é com a política da Comissão Europeia mais do que saber o nome dos comissários. Eu lembro que o Partido Socialista tem feito um compromisso de uma Comissão Europeia dirigida pela direita europeia, a mesma direita que impôs as políticas de austeridade aos longo dos anos”, referiu Catarina Martins, citada pela TSF, que aponta a Lusa como fonte.

A líder bloquista falava aos jornalistas durante uma arruada nas Festas de Corroios, no Seixal, no distrito de Setúbal, onde defendeu que o que interessa discutir é “qual vai ser a política europeia”.

“Nós lembramo-nos bem do que foi ter um português presidente da Comissão Europeia na altura da crise financeira internacional e como isso foi desastroso para o nosso país. E estou a falar de Durão Barroso. Toda a gente se lembra que, aliás, hoje está a trabalhar para a finança internacional depois de ter posto a crise financeira às costas dos salários, das pensões e dos serviços públicos dos vários países europeus”, frisou.

Por este motivo, na visão de Catarina Martins é necessária “uma grande mudança” que tenha em conta os exemplos positivos, como é o caso de Portugal.

“Por ter investido um pouco mais nas pessoas, recuperado salários e pensões, conseguiu ter bons sinais da economia, tirar lições disso mesmo e compreender que a Europa deve preocupar-se mais com as condições concretas dos seus povos, com investimento nos serviços públicos, com recuperação dos salários e pensões e deixar de despejar milhares de milhões de euros num sistema financeiro que continua sem regras”, sublinhou.

O primeiro-ministro, António Costa, escolheu a ex-ministra Elisa Ferreira para comissária europeia e já o comunicou à nova presidente da comissão, disse à agência Lusa fonte oficial do seu gabinete.

Segundo a mesma fonte, oportunamente, a presidente eleita da Comissão Europeia comunicará a pasta atribuída à futura comissária portuguesa.

Elisa Ferreira foi ministra dos governos chefiados por António Guterres, primeiro do Ambiente, entre 1995 e 1999, e depois do Planeamento, entre 1999 e 2002, e ocupa, desde setembro de 2017, o cargo de vice-governadora do Banco de Portugal.

Elisa Ferreira sucederá a Carlos Moedas, comissário indicado pelo anterior governo PSD/CDS-PP.

Carlos Moedas teve a seu cargo a pasta da Investigação, Ciência e Inovação e foi nomeado em novembro de 2014.

- Publicidade -
- Publicidade -

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...
- Publicidade -

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Notícias relacionadas

Portos devem servir para transbordo de mercadorias em África

O ministro dos Transportes, Ricardo D'Abreu, declarou esta quarta-feira ser pretensão do governo fazer dos portos angolanos verdadeiras plataformas logísticas regionais, para o transbordo...

ONU acusa Venezuela de “possíveis crimes contra a humanidade”

Investigadores das Nações Unidas acusam o Presidente da Venezuela e outras figuras do Estado de terem cometido "possíveis crimes contra a humanidade". As acusações...

Moçambique: Dois ataques contra autocarros em Sofala atribuídos à Junta Militar da Renamo

Homens armados protagonizaram na manhã desta quinta-feira, 17 de Setembro, dois novos ataques na estrada nacional N°6, na província de Sofala, provocando sete feridos...

Última Hora: Túnel da Avenida João XXI em Lisboa cortado devido a incêndio

O Túnel da Avenida João XXI, em Lisboa, está hoje de manhã cortado ao trânsito nos dois sentidos devido a um incêndio num posto...

Viaduto do Cazenga é inaugurado hoje

O viaduto Luanda/Cazenga, localizado entre os distritos urbanos do Rangel e do Tala-Hady, na capital do país, será inaugurado hoje, sexta-feira, 18 de Setembro,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.