- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Merkel defende incluir incêndios na Amazônia na agenda do G7

Merkel defende incluir incêndios na Amazônia na agenda do G7

DW África

Porta-voz diz que chefe de governo alemã apoia proposta de Macron de debater “situação de emergência aguda” na Amazônia durante a cúpula. Tema deve ser abordado “em diálogo e cooperação com o Brasil”, ressalta.

Os incêndios na Amazônia constituem uma “situação de emergência aguda” que deve ser discutida na cúpula do G7 neste fim de semana, declarou nesta sexta-feira (23/08) em Berlim o porta-voz da chanceler federal alemã, Angela Merkel, em apoio a uma proposta do presidente francês, Emmanuel Macron.

A sugestão de abordar o tema já contava com o apoio do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, outro representante de país-membro do G7.

O porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert, destacou que, exatamente como Macron, a chanceler federal considera que a questão deve integrar a agenda dos países do G7 quando eles se reunirem neste fim de semana em Biarritz, na França.

Seibert sublinhou também que “a magnitude dos incêndios [na Amazônia] é assustadora e ameaçadora, não apenas para o Brasil, mas para o mundo inteiro”. Ele ponderou, entretanto que o tema deve ser abordado “em diálogo e em cooperação com o Brasil”.

O ministro do Exterior da Alemanha, Heiko Maas, ofereceu ajuda ao Brasil na luta contra as chamas. “Se a floresta tropical queima há semanas, então, não podemos ficar indiferentes. A proteção da herança natural única da Amazônia é uma tarefa internacional que diz respeito a todos nós”, escreveu Maas no Twitter.

Macron afirmou nesta sexta-feira que Bolsonaro mentiu sobre seu comprometimento com o meio ambiente e anunciou que, sob essas condições, a França se opõe ao tratado de livre comércio entre União Europeia e Mercosul.

A afirmação veio depois de Bolsonaro acusar Macron de “ter mentalidade colonialista” e de pretender “instrumentalizar” o assunto “para ganhos políticos pessoais”.

O comentário foi publicado no Twitter, em resposta a um tuíte do chefe de Estado francês, em que ele classifica os incêndios na Amazônia como uma “crise internacional” e convoca os países industrializados do G7 “a conversar sobre esta emergência”.

Paris há muito vê de forma critica o acordo com o Mercosul, também devido a preocupações dos agricultores franceses. No início de julho, Macron havia se oposto à rápida ratificação do tratado negociado pela UE e pediu “garantias” adicionais, como a proteção da Floresta Amazônica.

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...
- Publicidade -

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Notícias relacionadas

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo envolvidos em investigação internacional aos grandes bancos

Numa nova investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas, a filha do ex-presidente de Angola é alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas, ambos de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.