Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Justiça regista 300 denúncias de corrupção

(DR)

O Gabinete de Inspecção do Ministério da Justiça e Direitos Humanos recebeu, de Janeiro a Julho do corrente ano, trezentas denúncias de corrupção em postos de identificação, registo e notariado, disse (sexta-feira), em Luanda, o consultor para Ética e Moralização, Sebastião Rocha.

Em entrevista à Angop, a propósito da Campanha de Moralização contra a Corrupção da Justiça, o consultor deu a conhecer que das 300 denúncias, 15 resultaram em acções disciplinares.

Segundo Sebastião Rocha, 20 denúncias estão em apuramento para acções disciplinares ou criminais e os restantes 265 casos foram considerados não graves.

“Estes processos (265 casos) foram submetidos aos directores provinciais no sentido de resolverem localmente, pois era uma questão de sensibilização”, adiantou.

O consultor informou que a instituição recebe em média 35 denúncias por dia, nas províncias de Luanda, Zaire, Cabinda, Cuanzas Norte e Sul, Malange, Benguela, Huambo,Uige, Bié e Bengo.

Segundo o responsável, existe uma linha de denúncia disponível para os utentes, gerida pelo Gabinete de Inspecção, que recebe e regista as queixas.

Esclareceu que fruto dos dados recolhidos, a inspecção faz deslocar alguns técnicos ao local indicado para apurar a veracidade dos factos.

Sebastião Rocha esclarece que fruto das evidências recolhidas, formam-se processos investigativos e, se for necessário, identificam-se algumas testemunhas para confirmar a informação recolhida e assim os infractores são identificados, sendo os casos simples resolvidos internamente e os graves encaminhados a Procuradoria Geral da República (PGR).

O consultor deu a conhecer que a Campanha de Moralização contra a Corrupção na Justiça está na primeira fase, que é de moralização, a segunda será de fiscalização e a terceira de responsabilização.

O consultor do ministro da Justiça e Direitos Humanos para Ética e Moralização lembrou que a primeira fase termina depois da visita das equipas do ministério às restantes províncias.

A Campanha de Moralização Contra a Corrupção na Justiça foi lançada em Maio de 2018, em Luanda, e tem como objectivo moralizar os funcionários do sector.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »