Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Comissão instaladora do PRA-JA altera sigla

(Foto: César Magalhães)

A Comissão Instaladora do Partido do Renascimento de Angola – Juntos por Angola (PRA-JA) alterou a sigla da nova força política liderada por Abel Chivukuvuku, que passa a ser designada PRA-JA Servir Angola.

A informação foi avançada ontem, em conferência de imprensa, por um dos responsáveis da Comissão Instaladora, Carlos Lucas. Esclareceu que a alteração aconteceu em obediência ao despacho do juiz presidente do Tribunal Constitucional, por violação do princípio da não confundibilidade.

Segundo o despacho, escreve o JA, a sigla PRA-JA confunde-se com a sigla do Partido Republicano da Juventude de Angola (PRJA), cuja Comissão Instaladora foi credenciada a 3 de Setembro de 1994 e cancelada a 20 de Dezembro de 2006, pelo Tribunal Supremo, nas vestes de Tribunal Constitucional, por incumprimento de pressupostos exigidos pela lei.

Carlos Lucas referiu que, mesmo inconformados, preferiram fazer a alteração decidida pelo Tribunal, cujo processo foi já entregue na quinta-feira ao Gabinete dos Partidos Políticos.

Segundo o político, em nenhum momento a Lei dos Partidos Políticos faz menção à sigla e símbolos das Comissões Instaladoras existentes ou não e no caso do PRJA não figura da lista oficial do próprio Tribunal Constitucional onde constam os partidos políticos existentes e os extintos por força da lei.

“O PRJA nunca passou de Comissão Instaladora. Surgiu há 25 anos e foi cancelada há 13 anos. Por consequência o PRA-JA não desrespeitou nenhum princípio de confundibilidade e parece-nos que estamos em presença de uma violação ao ponto 2 do artigo 19º da Lei dos Partidos Políticos”, sustentou.

O político disse haver um equívoco da parte do Tribunal no entendimento que tem da lei, pois ela refere-se aos partidos já existentes. Reconheceu que a decisão do juiz presidente era passível de recurso, mas o grupo técnico achou conveniente cumpri-la.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »