Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Odebrecht: Justiça mantém prisão domiciliar de ex-presidente peruano

Ex-presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski (AFP/Arquivos / Luka GONZALES)

A Justiça peruana negou nesta sexta-feira (23) a revogação da prisão domiciliar do ex-presidente Pedro Pablo Kuczynski, acusado de violar a proibição de receber políticos investigados no escândalo da Odebrecht.

Kuczynski, 80 anos, segundo a AFP, não aparece em público há quatro meses, desde que foi colocado em prisão domiciliar por 36 meses, enquanto estava a ser investigado pelo caso da construtora brasileira.

Segundo a Promotoria, Kuczynski não respeitou a proibição de se comunicar com testemunhas envolvidas em todas as investigações decorrentes do escândalo da Odebrecht, entre outras supostas violações.

A medida judicial também incluía “a proibição de realizar actividade política directa e indirectamente”.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »