Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Comité Permanente da UNITA aprova regulamento do XIII Congresso Ordinário

(DR)

O Comité Permanente da Comissão Política da UNITA já aprovou os regulamentos que vão guiar o funcionamento das comissões e subcomissões preparatórias do XIII Congresso Ordinário a decorrer de 13 a 15 de Novembro de 2019, em Luanda.

“Com aprovação dos regulamentos, estão criadas condições para a realização do XIII Congresso Ordinário. Neste momento, estamos à espera da formalização das candidaturas que vão acontecer entre 16 e 30 de Setembro”, disse ao NJOnline uma fonte da comissão organizadora.

De acordo com a mesma fonte, o conclave será composto por mais de 2.000 delegados provenientes de todas as províncias do País e do exterior.

“É um congresso aguardado com muita expectativa, numa altura em que o partido está a trabalhar seriamente para participar com êxito nas próximas eleições autárquicas que terão lugar no próximo ano”, referiu.

De salientar que os preparativos e a realização do XIII Congresso Ordinário da UNITA estão assegurados pelas comissões Organizadora, dos Assuntos Políticos, dos Assuntos Estatutários, Administrativa, dos Assuntos Estatutários e Jurídicos, das Infra-estruturas, de Auditoria, de Mandato, Comissão Eleitoral, de Programação Ética e Decoro e de Asseguramento.

Ontem, o secretário-geral da UNITA, Franco Marcolino Nhany, reconheceu que a preparação do XIII Congresso Ordinário do partido não será uma tarefa fácil e pediu habilidade em prevenir problemas, criatividade e bom relacionamento com as pessoas.

Uma fonte da UNITA, confidenciou ao NJOnline que no seio do partido existe a convicção, com maior ou menor intensidade de que Pedro Catchiungo, Abílio Kamalata “Numa” e Lukamba Gato são também fortes possibilidades de surgirem como candidatos à liderança da UNITA, depois de o líder do seu grupo parlamentar, Adalberto da Costa Júnior, já ter anunciado a sua candidatura ao cargo, numa reunião da Comissão Permanente.

O actual presidente da UNITA, Isaías Samakuva, não confirmou a recandidatura ao cargo que ocupa desde 2003, mas não garantiu ainda que não vai ser candidato a mais um mandato.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »