- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Zaire: Responsável denuncia colégios ilegais

Zaire: Responsável denuncia colégios ilegais

O director da Educação no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, Garcia Moniz Ramos, denunciou nesta terça-feira, a proliferação de colégios privados ilegais na região que se fazem passar por centros de alfabetização.

Falando na abertura de um seminário de capacitação de alfabetizadores e facilitadores, o responsável, citado pela Angop, argumentou haver colégios ilegais em funcionamento, que no início da sua actividade se apresentaram como centros de alfabetização.

Precisou que o município controla 13 colégios, do ensino primário ao primeiro ciclo do ensino secundário, mas apenas dois estão legalizados.

Para Garcia Ramos, uma das estratégias para conter o surgimento de instituições de ensino privado ilegais passa pela construção de escolas estatais com maior capacidade de absorção de alunos, nas zonas onde se encontram os referidos colégios.

Citou os bairros 11 de Novembro, 4 de Fevereiro e Álvaro Buta como os que mais défices apresentam em termos de salas de aula, sendo, deste modo, as áreas onde mais proliferam colégios não legalizados.

A criação de uma comissão de acompanhamento de processos de legalização de escolas privadas na circunscrição constitui outra medida avançada para inverter a situação.

Por outro lado, Garcia Moniz Ramos reconheceu o estado precário e degradante de alguns centros de alfabetização, tutelados por organizações parceiras, tendo recomendado a melhoria das condições de trabalho e aprendizagem.

Apontou também como irregularidades verificadas, a mistura de alunos do ensino regular com os do subsistema de ensino de adultos numa mesma sala, facto que considera uma violação ao preceituado, para além de dificultar o processo de ensino e aprendizagem.

Referiu-se também à falta de planos curriculares por parte de alguns centros privados de alfabetização, processos individuais de alunos, assim como a inexistência de alfabetizadores com vocação pedagógica.

De 2014 a 2018, a localidade alfabetizou 25 mil e 636 cidadãos adultos no método denominado “Aprender a Ler e Escrever”, dos quais 14 mil e 13 foram do sexo feminino.

O município de Mbanza Kongo possui 24 centros de alfabetização em funcionamento, que absolvem seis mil e 59 alfabetizandos no presente ano lectivo, com a duração de oito meses, subdividido em duas fases de quatro meses cada.

- Publicidade -
- Publicidade -

MTTI ameaça cancelar sites com endereço .AO em “situação irregular”

O Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MTTI) emitiu um comunicado em que avisa todos os proprietários de sites com endereço...
- Publicidade -

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

Notícias relacionadas

MTTI ameaça cancelar sites com endereço .AO em “situação irregular”

O Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MTTI) emitiu um comunicado em que avisa todos os proprietários de sites com endereço...

Países Baixos vão abrir ação judicial contra Rússia em relação à queda do MH17

A notícia surge após o Ministério Público holandês concordar em adiar as audiências de Setembro a Outubro deste ano para Fevereiro e Março de...

Cerca de 700 familiares de membros do grupo Estado Islâmico faleceram em campos na Síria

Em conferência de imprensa esta quinta-feira, Vladimir Vorontsov, chefe da luta antiterrorismo na ONU alertou que pelo menos 700 pessoas, essencialmente mulheres e crianças,...

Detido idoso por violar sexualmente menor de sete anos

Um idoso de 61 anos de idade foi detido, esta semana, nos arredores da cidade do Huambo, depois de violar sexualmente uma menor de...

João Lourenço aproveita revisão do OGE 2020 para reforçar áreas sociais… e a Presidência

O Ministério da Justiça é um dos órgãos que vê a sua dotação financeira reforçada na revisão do Orçamento Geral de Estado (OGE), mas...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.