Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

TAAG deve ao Estado 1,2 mil milhões USD

(DR)

Mercado

A transportadora aérea TAAG deve ao Estado 1,2 mil milhões USD (1,081 milhões de euros), de aquisição de combustível, equivalente a 80% da dívida da companhia, correspondendo o restante a dívidas a fornecedores.

Segundo o presidente da comissão executiva da operadora aérea estatal, Rui Carreira, a dívida para com o Estado, sobretudo com a petrolífera Sonangol, resultou dos “elevados preços” dos combustíveis para a aviação que se praticavam anteriormente no país.

“Porque durante muitos anos o preço do combustível para a aviação foi mais caro e a TAAG sofria com isso e apesar da pequena subvenção também era considerada como dívida. Temos a dívida para com os nossos fornecedores, mas é muito menor, 80% da nossa dívida é para com o Estado”, disse num encontro com jornalistas.

A actual situação da operadora cuja metade dos activos deve ser privatizada à luz do Programa de Privatizações (ProPriv), apresentado na semana passada pelo Governo, dominou o encontro da administração da TAAG, em Luanda.

Rui Carreira deu conta que o grande problema da transportadora é a falta de divisas para investimentos e tesouraria operacional diária, porque, admitiu, a falta de divisas tem depois impacto na operação e na qualidade dos serviços.

Para o gestor, a inflação e a taxa de câmbio ainda incontroláveis no país influenciam negativamente o sector da aviação civil, pois a desvalorização do kwanza acontece semanalmente e isso influencia muito os números da companhia.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »