- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Polícia Nacional com 'novas' estratégias para lidar com gangs

Polícia Nacional com ‘novas’ estratégias para lidar com gangs

As autoridades policiais estão a montar novas estratégias para acabar com os confrontos entre as gangs juvenis nos municípios de Luanda.

O director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da delegação provincial do Ministério do Interior (Minint), intendente Mateus de Lemos Rodrigues, citado pela Angop, reafirmou que novos metodos estão a ser montados para combater o fenómeno.

O confronto entre gangs, munidas de catanas, machados, facões e garrafas, regista-se com maior freqüência nos municípios de Luanda (Sambizanga, Rangel e Maianga), Cacuaco, Viana e Cazenga, envolvendo crianças dos 12 e homens acima dos 30 anos.

Nos últimos dias vários grupos envolveram-se em rixas nos municípios de Luanda e Cazenga, tendo como saldo dois mortos, um jovem, de um dos grupos, degolado com fragmento de garrafa e um homem atingido acidentalmente por uma bala no tórax quando passava no bairro Rocha Pinto, para além dos feridos.

Estes grupos é composto por jovens que, de forma concertada, desenvolvem actividades criminosas em determinados bairros, com destaque para os confrontos entre grupos rivais, consumo de drogas, roubos na via pública, e ofensas corporais.

Na acção registada no sábado, o terceiro do gênero este ano, no bairro do Rocha Pinto, Mateus Rodrigues afirmou que a corporação esta a rever o plano de actuação na zona, uma vez que nas suas intervenções naquele bairro as forças da ordem são recebidas com violência pela população.

Disse que existe a necessidade de revisão dos métodos de actuação naquela zona, identificando-se os motivos que estão na base para tais actitudes, quer em relação a violência que se regista bem como no contacto comunidade/polícia,

Mateus Rodrigues apontou como uma das soluções um maior envolvimento de outras franjas da sociedade, para fazer face aos níveis de crimes praticado por gangues nos diversos municípios.

Referiu que nesta tarefa devem estar envolvidos outros sectores da sociedade como os organismos do Estado, associações, comissões de moradores, igrejas, familias e uma maior aproximação entre a polícia e a comunidade.

Fez saber que grande parte dos jovens envolvidos são iniputáveis, logo ainda não respondem criminalmente por serem menores de 16 anos.

Estas crianças são recolhidas, encaminhadas ao Julgado de Menores, aconselhadas por técnicos da instituição e restituídas à liberdade.

Lamentou o facto de alguns integrantes dos grupos desmantelados e postos em liberdade, voltarem a cometer os mesmos crimes.

Por seu lado, o sociólogo Abel Chico congratulou-se com a estratégia da corporação, no trabalho de sensibilização e mobilização dos jovens para deixarem esta prática.

Na sua opinião, na maioria dos casos investigados, as crianças sao influenciadas e instruídas pelos adultos para cometer os crimes de que são acusados, pelo facto de os adultos saberem que os menores estão isentos de responsabilidade criminal.

De acordo com a jurista Sandra Macedo, do Julgado de Menores do Tribunal Provincial de Luanda, os casos de prevenção criminal envolvem menores com idades compreendidas entre 12 a 17 anos, enquanto os da protecção social abrangem crianças com idades inferiores aos 12 anos.

O Julgado de Menores, acrescentou, tem recomendado aos pais e encarregados de educação a envolver os filhos nas acções de formação técnica e profissional, para a ocupação dos seus tempos livres e redobrar a vigilância nas horas de entrada e saída de casa.

Disse que o Tribunal tem atribuído aos pais, na qualidade de responsáveis legais, a responsabilidade pela execução e acompanhamento das medidas aplicadas, por não existirem nos municípios os Centros de Acolhimento de Menores em Conflito com a Lei.

- Publicidade -
- Publicidade -

Lembrar George Floyd e Luther King

por Gabriel Baguet JrCom um Fraterno Abraço num momento marcante da História da Humanidade quer pelas perdas de milhares de Vidas inocentes face...
- Publicidade -

UE prepara 10 milhões de euros para Angola

A União Europeia (UE) vai disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola na implementação de programas para mitigar o impacto da pandemia do...

Produção industrial do Brasil desaba 18,8% em Abril por efeito do coronavírus

A produção industrial do Brasil despencou 18,8% em abril na comparação com março, e 27,2% em relação ao mesmo mês de 2019, consequência do...

Covid-19: Número de mortos em África sobe para 4.493 em mais de 157 mil casos

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu hoje para 4.493, mais 149, em mais de 157 mil casos, nos 54 países,...

Notícias relacionadas

Lembrar George Floyd e Luther King

por Gabriel Baguet JrCom um Fraterno Abraço num momento marcante da História da Humanidade quer pelas perdas de milhares de Vidas inocentes face...

UE prepara 10 milhões de euros para Angola

A União Europeia (UE) vai disponibilizar dez milhões de euros para ajudar Angola na implementação de programas para mitigar o impacto da pandemia do...

Produção industrial do Brasil desaba 18,8% em Abril por efeito do coronavírus

A produção industrial do Brasil despencou 18,8% em abril na comparação com março, e 27,2% em relação ao mesmo mês de 2019, consequência do...

Covid-19: Número de mortos em África sobe para 4.493 em mais de 157 mil casos

O número de mortos em África devido à covid-19 subiu hoje para 4.493, mais 149, em mais de 157 mil casos, nos 54 países,...

Angola inaugura hospital de campanha para combater covid-19

Angola tem sido relativamente poupada pelo surto de covid-19, com menos de cem casos confirmados e quatro mortes a lamentar, mas nem por isso...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.