- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Dez mil pessoas pedem a suspensão da lei de igualdade de género

Dez mil pessoas pedem a suspensão da lei de igualdade de género

Uma das medidas administrativas que constam no despacho em causa é o centro das atenções e do descontentamento.

No dia 16 de agosto foi publicado em Diário da República o despacho n.º 7247/2019 que determina as medidas administrativas para implementação do previsto no n.º 1 do artigo 12.º da lei que estabelece o direito à autodeterminação da identidade de género e expressão de género e à proteção das características sexuais de cada pessoa.

E, já depois de André Ventura ter revelado ontem ao Notícias ao Minuto que irá avançar para os tribunais para “pedir a fiscalização [do despacho] em termos de constitucionalidade, mas também a suspensão imediata dos seus efeitos, através de uma providência cautelar”, foi criada uma petição a pedir a suspensão do mesmo.

A petição online conta, pelas 09h00 desta quarta-feira, com dez mil subscritores que querem ver o despacho n.º 7247/2019 suspenso.

De acordo com o Notícias ao Minuto, no texto que acompanha a petição lê-se que, com a publicação em Diário da República da referida resolução, o “Governo oficializa a implementação da ideologia de género nas escolas”.

De referir que a norma que está a gerar controvérsia e desconforto prende-se com a utilização das casas de banho, uma vez que o número 3 do artigo 5º determina que as “escolas devem garantir que a criança ou jovem, no exercício dos seus direitos, aceda às casas de banho e balneários, tendo sempre em consideração a sua vontade expressa e assegurando a sua intimidade e singularidade”.

Os autores da petição mostram-se contra esta determinação relativa às casas de banho e questionam: “Qual é mesmo o objetivo da aprovação e consequente entrada em vigor, em pleno agosto, de um despacho desta natureza fraturante, quando tantos pais e crianças estão de férias?”

“O fascismo higiénico da ideologia do género é um grave atentado”

O tema está a dar que falar. Além de André Ventura, também Joana Bento Rodrigues (CDS) já se havia pronunciado sobre esta questão e agora foi a vez de outros nomes centristas dizerem de sua justiça.

O deputado Hélder Amaral, que refere ter subscrito a petição, explica que o fez porque o despacho em discussão é “incompreensível”. “Respeito todas as liberdades e recuso, por isso, a ditadura da minoria e do experimentalismo social”.

Já Francisco Rodrigues dos Santos, presidente da Juventude Popular, defende “intransigentemente a liberdade no quadro da dignidade da pessoa e do respeito pela natureza humana”.

Num longo texto publicado no Facebook, o dirigente centrista refere que a JP “não pode compadecer-se perante as investidas de aventureiros radicais que pretendem transformar o ensino em Portugal na sua ‘rave’ privada”.

Já sabíamos que o Bloco de Esquerda era pródigo em manifestações esdrúxulas e caricaturais sobre a identidade biológica. O que se desconhecia era que o PS também andasse a reboque desta agenda pseudo-moderninha. A escola não é um acampamento de verão do Bloco de Esquerda

Francisco Rodrigues dos Santos considera também que “estamos, uma vez mais, perante um ataque vil à liberdade de ensino e de educação, ao direito de livre desenvolvimento da personalidade dos jovens portugueses e ao direito dos pais educarem os seus filhos”.

Quem também não deixou passar a polémica em branco foi Abel Matos Santos, da Tendência Esperança em Movimento do CDS, que considera que o “fascismo higiénico da ideologia do género é um grave atentado aos direitos, liberdades e garantias das crianças e dos jovens, bem como dos pais e das famílias”.

Abel Matos Santos deixa ainda uma farpa a Assunção Cristas, a quem acusa de não ter tomado ainda uma posição relativamente a este tema, ao contrário do líder da JP.

- Publicidade -
- Publicidade -

Filmes que reinventam livros

O cinema de João Botelho continua a interessar-se pela possibilidade de reinventar as mais diversas obras literárias — de Fernando Pessoa a José Saramago,...
- Publicidade -

Erro médico: Hospital troca soro alimentar por anestésico e mata bebê

Uma bebê prematura morreu no passado mês de Janeiro na unidade de Neonatologia do hospital Donostia de San Sebastián, na Espanha, por aquilo que...

Jardim de infância em Espinho encerrado por 14 dias após mais um caso positivo de Covid-19

O jardim de infância da Escola Básica N.º 3 de Espinho encerrou por 14 dias, enviando para casa 140 crianças depois de ter sido...

“Eleições credíveis em Moçambique passam por despolitização e profissionalização da CNE”

Instituto Eleitoral para a África Austral defende profissionalização da CNE para credibilizar as eleições em Moçambique. Organizações eleitorais querem que partidos integrem a comissão...

Notícias relacionadas

Filmes que reinventam livros

O cinema de João Botelho continua a interessar-se pela possibilidade de reinventar as mais diversas obras literárias — de Fernando Pessoa a José Saramago,...

Erro médico: Hospital troca soro alimentar por anestésico e mata bebê

Uma bebê prematura morreu no passado mês de Janeiro na unidade de Neonatologia do hospital Donostia de San Sebastián, na Espanha, por aquilo que...

Jardim de infância em Espinho encerrado por 14 dias após mais um caso positivo de Covid-19

O jardim de infância da Escola Básica N.º 3 de Espinho encerrou por 14 dias, enviando para casa 140 crianças depois de ter sido...

“Eleições credíveis em Moçambique passam por despolitização e profissionalização da CNE”

Instituto Eleitoral para a África Austral defende profissionalização da CNE para credibilizar as eleições em Moçambique. Organizações eleitorais querem que partidos integrem a comissão...

Com queda na média, Brasil tem 335 mortes por Covid em 24 horas

O Brasil registrou neste domingo (27) 335 mortes causadas pelo novo coronavírus e 13.800 novos casos confirmados nas últimas 24 horas. Ao todo, mais...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.