- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Favoritos em eleição presidencial argentina assinam manifesto pró-Lula

Favoritos em eleição presidencial argentina assinam manifesto pró-Lula

AFP

O candidato Alberto Fernández e sua companheira de chapa, Cristina Kirchner, favoritos para a disputa em Outubro na Argentina, pediram nesta terça-feira (20) a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assinando uma petição com centenas de personalidades.

Dezenas de dirigentes de direitos humanos, governadores, legisladores, dirigentes sociais, sindicalistas, artistas e cientistas argentinos assinaram o pedido de liberdade intitulado “500 dias de injustiça” e com a hashtag #LULALIVREJÁ, publicado no jornal Página/12.

Entre os signatários estão o Prémio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel; a presidente das Avós da Praça de Maio, Estela Carlotto; a Mãe da Praça de Maio Taty Almeida e a dirigente de Familiares de Desaparecidos (na ditadura 1976-1983) Lita Boitano.

“É um clamor muito importante pela liberdade frente a uma injustiça, como é a detenção e a condenação de Lula da Silva, que implica o fato de o Brasil continuar em um estado de excepção”, afirmou Nicolás Trotta, reitor da Universidade Metropolitana do Trabalho e promotor da iniciativa.

No mês passado, Fernández visitou Lula (2003-2010), que está preso em Curitiba.

Nas primárias de 11 de Agosto, Fernández surgiu como favorito para a eleição presidencial de Outubro, com 47% dos votos, à frente do presidente liberal Mauricio Macri (32%).

Depois da derrota de seu aliado Macri, o presidente Jair Bolsonaro disse que o eventual retorno do kirchnerismo ao poder na Argentina pode levar a uma onda de refugiados no Brasil, similar à que enfrenta na fronteira com a Venezuela.

Pouco depois, Fernández chamou Bolsonaro de “misógino, racista e violento” e exigiu que “liberte” Lula, que manteve uma relação muito boa com os ex-presidentes argentinos, Néstor e Cristina Kirchner (2003-2015).

- Publicidade -
- Publicidade -

Cardeal italiano demitido de Vaticano por suspeitas de desvio de fundos

O italiano Angelo Becciu, tido a data como um dos cardeais mais influentes do Vaticno, foi obrigado a renunciar ao seu cargo, devido à...
- Publicidade -

Mali: Presidente e vice-presidente de transição já tomaram posse

Esta sexta-feira, no Mali, vão tomar posse o novo presidente de transição, o general na reserva Bah N’Daw, e o novo-vice-presidente, o coronel Assimi...

Rio de Janeiro adia Carnaval por causa da pandemia

A edição de 2021 do famoso carnaval do Rio de Janeiro, agendada para Fevereiro, foi adiada devido à pandemia de covid-19. A Liga Independente...

Activos do Estado representam 10 por cento do PIB

Os 195 activos detidos ou participados pelo Estado em processo de privatização representam mais de 10 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), segundo...

Notícias relacionadas

Cardeal italiano demitido de Vaticano por suspeitas de desvio de fundos

O italiano Angelo Becciu, tido a data como um dos cardeais mais influentes do Vaticno, foi obrigado a renunciar ao seu cargo, devido à...

Mali: Presidente e vice-presidente de transição já tomaram posse

Esta sexta-feira, no Mali, vão tomar posse o novo presidente de transição, o general na reserva Bah N’Daw, e o novo-vice-presidente, o coronel Assimi...

Rio de Janeiro adia Carnaval por causa da pandemia

A edição de 2021 do famoso carnaval do Rio de Janeiro, agendada para Fevereiro, foi adiada devido à pandemia de covid-19. A Liga Independente...

Activos do Estado representam 10 por cento do PIB

Os 195 activos detidos ou participados pelo Estado em processo de privatização representam mais de 10 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), segundo...

Trump já escolheu a nova juíza do Supremo Tribunal dos EUA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já escolheu a juíza que vai substituir Ruth Bader Ginsburg no Supremo Tribunal. Amy Coney Barrett tem 48...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.