Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Espaço Cultural de Angola no Rio de Janeiro apresenta a Exposição “Aldeia Camela Amões”

(DR)

O Espaço Cultural de Angola na Cidade do Rio de Janeiro Brasil está com a exposição “ALDEIA CAMELA AMÕES” estão expostas fotografias da Aldeia Camelão Amões, retratando o antes e depois da restruturação da Aldeia. São fotos de casas tradicionais para casas modernas sem perder a tradição da Aldeia.

A Aldeia Camela Amões foi fundada a 20 de Fevereiro de 1910 por Prata Camela Amões, neto do Rei Ekuikui II. O fundador da aldeia, conforme reza a história.

O Projecto Aldeia Camela Amões, localizada no município do Cachiungo, província do Huambo no planalto central de Angola, tem como objectivo reformar 40 mil hectares em áreas de habitação, lazer, ensino, saúde e campos de produção agrícola, florestal, pecuária, zona industrial, ecoturismo e reserva de animais selvagens da província.

Vice Cônsul Madalena Vafawekumbi (esq) (DR)
A abertura da exposição foi feita pela Vice Cônsul Madalena Vafawekumbi, que deu as boas vindas aos convidados e teceu breves palavras sobre a Aldeia Camela Amões e a o quão rica é essa exposição em termos de valor cultural e social. Na plateia estiveram presentes, empresários, membros da sociedade cível e política do Estado do Rio e a comunidade angolana que acompanhar a exibição do documentário sobre a Aldeia, após a exibição do documentário, a Suzana Pedro, Consul Geral Interina de Angola no

Rio de Janeiro, falou sobre sua visita na Aldeia Camela Amões, aos presentes enaltecendo o trabalho do empresário Antônio Amões, responsável pelo projecto.

Após a exibição do documentário os convidados puderam ver a exposição fotográfica guiada pelo curador do Espaço, Francisco Pena. Que fez uma narrativa do que é Aldeia explicando para os visitantes na sua maioria brasileiros.

(DR)
A exposição tem a proposta de atrair o turismo para aquela região, e o investimento privado de estrangeiros em busca de novos campos para investimento e desta forma gerar emprego e renda para as populações das aldeias. A exposição ficará aberta ao público de 19/08 a 30/08 do ano corrente, de segunda a sexta feira das 8 horas às 17 horas, com entrada franca. O Espaço Cultural de Angola, esta situado na Avenida Presidente Wilson 113, no edifício Brasília no centro do Rio de Janeiro.

(Nota de imprensa enviada a nossa redação com pedido de publicação)

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »