InicioMundo LusófonoCabo VerdeCabo Verde Airlines inicia ligações a Lagos em dezembro

Cabo Verde Airlines inicia ligações a Lagos em dezembro

DN|LUSA

A companhia aérea Cabo Verde Airlines (CVA) anunciou hoje que vai começar a voar para Lagos, na Nigéria, a partir de 09 de dezembro, com ligações cinco vezes por semana através de um Boeing 757.
Cabo Verde Airlines inicia ligações a Lagos em dezembro

Numa nota enviada à imprensa, a companhia aérea cabo-verdiana informou que a ligação será feita a partir do Aeroporto Amílcar Cabral, na ilha do Sal, às segundas, terças e quintas-feiras, sábados e domingos.

O voo inaugural está previsto para o dia 9 de dezembro, com saída do Sal às 20h50, hora local, e chegada ao Aeroporto Murtala Muhammed, em Lagos, às 2h10, hora local.

A ligação será feita por um Boeing 757, com 161 lugares em classe económica e 22 em executiva, ainda segundo a Cabo Verde Airlines.

“Todos os voos terão ligação à ilha do Sal, ‘hub’ internacional da Cabo Verde Airlines, e poderão fazer conexões a Lisboa (cinco vezes por semana), Washington DC (três vezes por semana) e Boston (uma vez por semana), bem como aos destinos da companhia no Brasil – Salvador, Porto Alegre, Recife e Fortaleza” -, prosseguiu a CVA.

A transportadora indicou ainda que, além das conexões ao ‘hub’ na ilha do Sal, o programa Stopover da Cabo Verde Airlines permite a estadia de até 7 dias em Cabo Verde e assim explorar as diversas experiências no arquipélago, sem custo adicional nas passagens aéreas.

“A nova ligação vem reforçar as operações da companhia dentro do continente africano, assim como a conectividade entre África e a Europa e Américas do Norte e do Sul no quadro da sua missão de ligar os 4 continentes”, completou.

A Cabo Verde Airlines já tinha anunciado outras rotas para o inverno, nomeadamente Luanda (Angola, também a 09 de dezembro), Porto Alegre (Brasil, 11 de dezembro) e Washington (EUA, 11 de dezembro).

Em março, o Estado de Cabo Verde vendeu 51% da companhia Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) por 1,3 milhões de euros à Lofleidir Cabo Verde, uma empresa detida em 70% pela Loftleidir Icelandic EHF e em 30% por empresários islandeses com experiência no setor da aviação.

A TACV assegurava voos domésticos, que foram abandonados no âmbito do processo de privatização, estando a CVA concentrada apenas nos voos internacionais.

Mas a companhia aérea, agora com o nome de Cabo Verde Airlines, retomou há uma semana os voos domésticos, entre ilhas, através de uma parceria com as portuguesas Lease-Fly e Newtour, garantindo assim a conectividade ao ‘hub’ internacional na ilha do Sal.

A transportadora aérea cabo-verdiana opera grande parte dos voos internacionais a partir do Sal, passando agora a ter ligações às ilhas de Santiago, São Vicente e Fogo, com recurso a aviões ATR42-300.

As ligações aéreas entre ilhas eram asseguradas apenas pela companhia Binter, que esta semana mudou de nome para Transportes Interilhas de Cabo Verde (TICV).

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.