- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques AIPEX passa a emitir vistos de trabalho para os investidores estrangeiros

AIPEX passa a emitir vistos de trabalho para os investidores estrangeiros

Expansão

Os vistos para os trabalhadores contratados passarão a ser emitidos no País. A partir de Setembro, os empresários terão maior autonomia na avaliação e contratação dos expatriados.

O visto de trabalho para investidores estrangeiros vai passar a ser emitido pela Agência para o Investimento Privado e Promoção das Exportações (AIPEX), num prazo de 15 dias. O objectivo é aumentar a captação do investimento privado e dinamizar a actividade empresarial em Angola.

A medida surge depois de uma série de reclamações dos patrões angolanos que, no modelo antigo, deparavam-se com entraves para trazer para o País um profissional estrangeiro. A concessão do respectivo visto, emitido pelo Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), demorava mais de 30 dias, devido à concentração dos serviços e ao excesso de burocracia na tramitação do processo entre os diversos departamentos ministeriais.

O novo formato, que deve vigorar a partir de Setembro, visa, entre outros aspectos, a normalização da actividade empresarial e o aumento da produção interna, no âmbito do Programa de Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

O Ministério do Interior, órgão encarregue de questões migratórias em Angola, garante que doravante o investidor estrangeiro poderá obter o visto de trabalho junto da AIPEX, onde o Governo tem instalado um Posto de Atendimento Integrado. O processo, que deverá durar no máximo 15 dias, em função da estrutura técnica, iniciará com a apresentação da carteira de investimentos a realizar em Angola.

- Publicidade -
- Publicidade -

Bolsonaro está em ótimo estado de saúde, diz médico

Após participar da cerimônia que antecedeu o embarque da missão brasileira de ajuda humanitária ao Líbano, o presidente Jair Bolsonaro fez exames na manhã...
- Publicidade -

PJ investiga ameaças a três deputadas e membros da SOS Racismo

Membros da SOS Racismo estiveram esta quarta-feira na sede da Polícia Judiciária onde foram ouvidos depois de na terça-feira terem recebido um e-mail com...

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Notícias relacionadas

Bolsonaro está em ótimo estado de saúde, diz médico

Após participar da cerimônia que antecedeu o embarque da missão brasileira de ajuda humanitária ao Líbano, o presidente Jair Bolsonaro fez exames na manhã...

PJ investiga ameaças a três deputadas e membros da SOS Racismo

Membros da SOS Racismo estiveram esta quarta-feira na sede da Polícia Judiciária onde foram ouvidos depois de na terça-feira terem recebido um e-mail com...

Moçambique: Forças governamentais anunciam que mataram 59 “terroristas”

"No decurso das acções de defesa da população contra acções terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar...

“Pode acontecer algo imprevisível a qualquer momento devido ao nível de ódio actual”: o caso da “parada Ku Klux Klan” (e o que diz...

O caso remonta ao último sábado quando nacionalistas se reuniram no exterior da associação antirracista, em Lisboa, com máscaras brancas e tochas em punho....

Morreu o embaixador Luís de Almeida

Luís de Almeida, embaixador de carreira e uma das grandes figuras da diplomacia angolana, morreu, ontem, em Luanda, aos 87 anos, vítima de doença. A...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.