Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Governo assinala 400 anos da chegada de escravos aos EUA

Manuel Augusto (DR)

O Governo vai assinalar os 400 anos da chegada dos primeiros vinte escravos angolanos ao território norte-americano com um conjunto de atividades nacionais e internacionais comemorativas da efeméride, que vão ser preparadas por uma comissão interministerial.

Segundo um despacho presidencial a que a Lusa teve acesso, datado de 09 de agosto, esta celebração “encerra uma oportunidade singular para Angola projetar a sua imagem e divulgar a sua importância histórica no desenvolvimento dos Estados Unidos da América”.

Tendo em conta “a relevância da história angolana protagonizada pelos filhos da nossa pátria além-fronteiras”, o Governo decidiu, por isso, juntar-se à comemoração que vai ter lugar no Museu Nacional da História Afro-Americana em Washington D.C.

Foi em agosto de 1619 que os primeiros navios portugueses transportando africanos que tinham sido raptados e vendidos como escravos no território que viria a ser Angola chegaram à cidade de Jamestown, no estado da Virgínia, na altura uma colónia britânica.

A comissão vai ser coordenada pelo ministro das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto, e integra ainda a ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus (coordenadora-adjunta), o ministro das Finanças, Archer Mangueira, o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão Correia de Almeida e a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo.

A proposta de programa de eventos a realizar em Angola e no estrangeiro tem um prazo de 15 dias a contar da publicação do diploma e a comissão será extinta após apresentação de um relatório final no prazo de 30 dias.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »