Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

“Detenção do petroleiro Grace 1 terá graves consequências” – Teerão

(© AFP 2019 / JORGE GUERRERO)

O Ministério do Exterior do Irão advertiu que qualquer tentativa de deter o petroleiro Adrian Darya (que antes se chamava Grace 1) nas águas internacionais terá graves consequências.

O porta-voz da chancelaria iraniana, Abas Musavi, disse que tal tentativa poderia comprometer a segurança de navegação, avança a Sputnik.

“Através dos canais oficiais, particularmente por via da Embaixada da Suíça em Teerão, o Irão avisou o governo dos EUA de que haveria consequências graves”, destacou o porta-voz.

A Suíça representa os interesses diplomáticos dos EUA no Irão.

O petroleiro Grace 1 segue a sua viagem após mudar de nome para Adrian Darya e trocar de bandeira (para iraniana).

No entanto, o governo de Gibraltar esclareceu ontem (18) que, de acordo com a legislação vigente no território britânico, não pode manter detido o navio com petróleo iraniano, apesar do pedido dos EUA.

Um tribunal dos EUA emitiu no dia 15 de Agosto um mandato para deter o Grace 1. De acordo com o Departamento de Justiça estadunidense, o tribunal decidiu que o petroleiro, a carga e o dinheiro a bordo estão sujeitos a confisco devido à violação de leis dos EUA, nomeadamente fraude bancária e lavagem de dinheiro.

O navio permanecia detido desde 4 de Julho pelas autoridades de Gibraltar, acusado de transportar petróleo bruto do Irão para a Síria, afirmações negadas por Teerão.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »