Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Jogo Santa Rita-Caála adiado por dívidas

Devido à dìvidas com a Federação de Futebol Angolana (FAF), a equipa do Recreativo da Caála foi impedida hoje, domingo, de disputar o jogo de abertura do Girabola 2019/20 com a formação do Santa Rita de Cássia. (DR)

Angop

Devido à dividas com a Federação de Futebol Angolana (FAF), a equipa do Recreativo da Caála foi impedida hoje, domingo, de disputar o jogo de abertura do Girabola 2019/20 com a formação do Santa Rita de Cássia.

A partida devia ser disputada às 15:00, no estádio municipal 04 de Janeiro, na cidade do Uíge, mas acabou não sendo realizada apesar da presença, no recinto de jogo, da formação da Caála e da população que afluiu ao local.

Em declarações à imprensa, o vice-presidente da Santa Rita, Jerónimo Manuel Fernandes, apontou como razões da não realização do jogo o não pagamento de uma dívida de quatro milhões de kuanzas à FAF, pela equipa do Uíge, fruto de dívidas contraídas com alguns jogadores e da expulsão de membros do clube na época passada.

“Apelamos a calma aos nossos adeptos. O jogo não foi realizado porque o clube tem casos pendentes na FAF”, disse, negando a informação que dá conta da não inscrição da equipa na FAF, na presente época.

Por sua vez, o presidente do Recreativo da Caála, Horácio Mosquito, lamentou o sucedido e defendeu a necessidade de resolução dos problemas administrativos, assim como espera uma tomada de posição da FAF.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »