- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Ásia Ataque em casamento no Afeganistão mata mais de 60 pessoas

Ataque em casamento no Afeganistão mata mais de 60 pessoas

VOA

O grupo Estado Islâmico no Afeganistão reivindicou a responsabilidade do ataque a bomba num casamento em Cabul, que causou a morte de pelo menos 63 pessoas e feriu pelo menos 183.

noivo e convidados relatam momentos de horror durante o atentado, o mais mortífero de 2019 na capital afegã. As vítimas do ataque suicida nocturno no casamento eram maioritariamente membros da minoria Xiita, a comunidade de Hazara.

O porta-voz do ministro do Interior afegão, Nasrat Rahimi, confirmou o número de vítimas num comunicado publicado no domingo de manhã, dizendo que mulheres e crianças estão entre as vítimas.

As Nações Unidas consideraram o ataque uma atrocidade contra Xiitas afegãos, dizendo que tem documentado vários outros ataques dirigidos a essa comunidade.

“Um ataque dirigido a civis é um ultraje, muito preocupante e só pode ser descrito como um acto de terror cobarde” disse Tadamichi Yamamoto, responsável pela missão das Nações Unidas no Afeganistão (UNAMA).

Num tweet, o embaixador Americano para Cabul, John Bass, condenou a carnificina, chamando de acto de “depravação extrema”.

O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani considerou o ataque “desumano”, dizendo que convocou uma reunião de segurança “extraordinária” para rever e prevenir este tipo de lapsos de segurança.

- Publicidade -
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...
- Publicidade -

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...

Notícias relacionadas

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...

Governo angolano aprova nova lei dos petróleos que prevê “angolanização” do sector

O governo de Angola apresentou nova legislação para o setor dos petróleos que prevê menos recurso a estrangeiros e um incentivo a sociedades comerciais...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.