- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques PGR remeteu processos de Higino Carneiro e Rabelais ao Tribunal Supremo

PGR remeteu processos de Higino Carneiro e Rabelais ao Tribunal Supremo

A Procuradoria-Geral da República (PGR) já remeteu ao Tribunal Supremo os processos-crime em que são arguidos antigo ministro das Obras Públicas, Higino Carneiro, e o antigo director do extinto Gabinete de Revitalização e Execução da Comunicação Institucional (GRECIMA), confirmou ontem, em Luanda, ao Jornal de Angola, fonte da instituição.

Enviado ao Tribunal Supremo pelo facto das duas individualidades gozarem de fórum especial, o processo pode merecer uma instrução contraditória, ser devolvido ao Ministério Público ou seguir para julgamento na Câmara Criminal daquela instância judicial.

Segundo a fonte do Jornal de Angola, os processos que envolvem Higino Carneiro e Manuel Rabelais foram entregues, quarta -feira, à Secretaria do Tribunal Supremo.

Instância de recurso em Angola, o Tribunal Supremo julga, na Câmara Criminal, processos que envolvem entidades com fórum especial (deputados, ministros, etc.). O Tribunal Supremo deve solicitar ao presidente da Assembleia Nacional o levantamento das imunidades dos deputados em causa, para dar seguimento ao processo, caso os réus sejam pronunciados nos processos instruídos pela PGR.

A solicitação de levantamento das imunidades de deputados em exercício de funções deve ser analisada nas comissões
dos Assuntos Constitucionais e Jurídicos e na de Mandatos, Ética e Decoro Parlamentar.

Em Fevereiro último, Higino Carneiro foi constituído arguido, depois de ser ouvido na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal.

Higino Carneiro foi ouvido na condição de antigo governador de Luanda. É indiciado dos crimes de peculato, violação de normas de execução do plano e orçamento e abuso do poder e de branqueamento de capitais.

Manuel António Rabelais é indiciado dos crimes de peculato, violação de normas de execução do plano e orçamento e abuso do poder, de associação criminosa e corrupção e de branqueamento de capitais.

- Publicidade -
- Publicidade -

FACTUALIDADES: Apesar do silêncio dos deputados do MPLA – Waldemar Bastos e Carlos Burity serão objecto de exaltação pública

Os deputados da bancada parlamentar do MPLA recusaram, com um tumular silêncio, a homenagem póstuma ao músico angolano Waldemar Bastos, preferindo exaltar unicamente, outra...
- Publicidade -

Camponeses dormem ao relento em Luanda para evitar usurpação de terras

A disputa de terras na zona do Patriota, em Luanda, onde estão a ser construídas residências luxuosas, ganha novos contornos. A polícia angolana está a...

Covid-19: Mais de 50 cidadãos condenados a pagar multa

Cinquenta e três cidadãos nacionais detidos no princípio desta semana no município do Soyo, província do Zaire, por uso incorrecto de máscaras faciais, começaram...

PSG e Atalanda abrem quartos-de-final da “Champions” em Lisboa

É o maior evento desportivo do ano, é a primeira vez que se joga neste formato e é a primeira vez que se realiza...

Notícias relacionadas

FACTUALIDADES: Apesar do silêncio dos deputados do MPLA – Waldemar Bastos e Carlos Burity serão objecto de exaltação pública

Os deputados da bancada parlamentar do MPLA recusaram, com um tumular silêncio, a homenagem póstuma ao músico angolano Waldemar Bastos, preferindo exaltar unicamente, outra...

Camponeses dormem ao relento em Luanda para evitar usurpação de terras

A disputa de terras na zona do Patriota, em Luanda, onde estão a ser construídas residências luxuosas, ganha novos contornos. A polícia angolana está a...

Covid-19: Mais de 50 cidadãos condenados a pagar multa

Cinquenta e três cidadãos nacionais detidos no princípio desta semana no município do Soyo, província do Zaire, por uso incorrecto de máscaras faciais, começaram...

PSG e Atalanda abrem quartos-de-final da “Champions” em Lisboa

É o maior evento desportivo do ano, é a primeira vez que se joga neste formato e é a primeira vez que se realiza...

COVID-19: Cabo Verde chega aos três mil casos e Moçambique regista duas mortes

Cabo Verde ultrapassou os três mil casos do novo coronavírus, enquanto Moçambique registou, nas últimas 24 horas, mais dois óbitos. Angola tem mais 27 casos. O...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.