- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Mulher queima duas mãos do filho por ter comido a quizaca do...

Mulher queima duas mãos do filho por ter comido a quizaca do jantar

Uma mulher enfurecida queimou, na segunda-feira, as duas mãos do próprio filho de seis anos, em Camabatela, município de Ambaca, província do Cuanza-Norte, alegadamente por ter comido sem autorização quizaca, que seria servida para refeição da família, avança o JA.

O crime de violência doméstica contra o menor, praticado por Helena Bernardo, 25 anos, chegou a conhecimento dos vizinhos do bairro, através dos gritos da criança, que, de imediato, levaram a vítima a um hospital da região.

De acordo com o corpo clínico do Hospital Regional de Ambaca, o menino deu entrada no Banco de Urgência, com queimaduras do segundo grau nas duas mãos. Acrescentaram que pelo estado em que se encontra o paciente, vai permanecer internado, na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), até à cicatrização das feridas.

Ricardo Bernardo disse ao Jornal de Angola que a mãe, antes de o queimar com água a ferver, o espancou, “porque tirei quizaka da panela, sem autorização dela, comeu sozinho uma comida que era para todos”.

“Eu tinha muita fome, por isso, comi um pouco de quizaca. A mãe não gostou, bateu-me e depois queimou-me as duas mãos”, desabafou Ricardo..
Segundo testemunhas, a mãe, depois de sair do rio onde lavava roupa, quando chegou a casa deu conta de que a quizaca tinha sido toda comida pelo filho. Agastada com a situação, a progenitora enfureceu-se e introduziu as mãos do menor num recipiente com água a ferver.

Tristes com a situação, os vizinhos espancaram a mãe do menor. A mulher acusada encontra-se já detida, segundo fonte do Comando Municipal da Polícia Nacional na localidade.

Por sua vez, a director municipal da Acção Social e Igualdade do Género, Miguel da Silva, repudiou o comportamento da mãe do menor, considerando-o acto bárbaro, que deve ser punido por lei.

- Publicidade -
- Publicidade -

Portugal, país euroafricano

Portugal é há muito um país euroafricano não assumido. Vozes como a da historiadora e professora Isabel de Castro Henriques, que estudam as marcas...
- Publicidade -

Reflexões sobre o calendário escolar

Após a realização do diagnóstico sobre o rendimento do Subsistema do Ensino de Base, em 1986, os primeiros sinais de mudança de uma economia...

De números desconhecidos: Burlas por telefone na calada da noite

Edson Cadete disse que alguns amigos aconselharam-no a retomar as chamadas e outros o desencorajaram a fazê-lo. Nós últimos dias cresce o número de pessoas...

Zangam-se as Comadres, Descobrem-se as Verdades!

Empresários nacionais em 2012, segundo o Confidence News, já o denunciavam como sendo, o “homem do Presidente”. Edeltrudes Costa de seu nome, foi vice...

Notícias relacionadas

Portugal, país euroafricano

Portugal é há muito um país euroafricano não assumido. Vozes como a da historiadora e professora Isabel de Castro Henriques, que estudam as marcas...

Reflexões sobre o calendário escolar

Após a realização do diagnóstico sobre o rendimento do Subsistema do Ensino de Base, em 1986, os primeiros sinais de mudança de uma economia...

De números desconhecidos: Burlas por telefone na calada da noite

Edson Cadete disse que alguns amigos aconselharam-no a retomar as chamadas e outros o desencorajaram a fazê-lo. Nós últimos dias cresce o número de pessoas...

Zangam-se as Comadres, Descobrem-se as Verdades!

Empresários nacionais em 2012, segundo o Confidence News, já o denunciavam como sendo, o “homem do Presidente”. Edeltrudes Costa de seu nome, foi vice...

FinCEN Files. Como os grandes bancos facilitaram milhares de milhões de dólares em transferências para criminosos

Mais de dois mil relatórios bancários confidenciais obtidos pelo BuzzFeed News e partilhados com o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ), do qual...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.