- Publicidade-
InicioMundoEuropaRússia homenageia cientistas mortos em teste e promete novas armas

Rússia homenageia cientistas mortos em teste e promete novas armas

Reuters | Tom Balmforth e Andrey Ostroukh

A principal autoridade nuclear da Rússia prometeu nesta segunda-feira que terá sucesso no desenvolvimento de novas armas ao prestar homenagem a cinco cientistas mortos no que especialistas dos Estados Unidos suspeitam ter sido um teste fracassado de um novo míssil alardeado pelo presidente Vladimir Putin.

Os cinco cientistas foram enterrados na cidade de Sarov nesta segunda-feira. Eles morreram na quinta-feira devido ao que a agência estatal nuclear Rosatom disse ter sido um acidente ocorrido durante um teste de foguete em uma plataforma marítima no litoral norte russo.

Inicialmente, o Ministério da Defesa disse que a radiação de fundo permaneceu normal, mas um pico nos níveis de radiação registado em uma cidade próxima levou especialistas nucleares radicados nos EUA a desconfiarem que o teste envolveu um míssil de cruzeiro de propulsão nuclear.

Os especialistas disseram suspeitar que a liberação de radiação resultou de um contratempo durante o teste do míssil de cruzeiro nuclear Burevestnik.

O Burevestnik é uma de diversas novas armas estratégicas louvadas por Putin no ano passado. As tensões existentes entre Moscovo e Washington a respeito do controle de armas se exacerbaram com o fim de um tratado nuclear histórico neste mês.

O Kremlin não comentou o acidente.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.