- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Polícia dispersa manifestantes em Luanda

Polícia dispersa manifestantes em Luanda

A Polícia de Intervenção Rápida entrou hoje em acção em Luanda para dispersar manifestantes em frente à Assembleia Nacional que exigiam a realização de eleições autárquicas simultaneamente em todos os municípios do país.

Segundo a VOA, as unidades da PIR foram chamadas por elementos da polícia nacional que tinham exigido que os manifestantes se deslocassem para uma zona mais afastada.

Segundo Kambolo Tiaka- Tiaka, coordenador da Plataforma Cazenga em Acção (Placa), disse que a policia “agiu com brutalidade” contra os manifestantes usando gás lacrimogéneo e “pistolas eléctricas”.

As organizações Projecto Agir e Plataforma Cazenga em Acção (Placa), sedeados nos municípios de Cacuaco e Cazenga, disseram que irão apelar ao boicote das eleições autárquicas caso um pacote legislativo prevendo eleições autárquicas em todos os municípios, não seja aprovado.

O governo tem defendido o principio do “gradualismo” afirmando que não há condições para autarquias funcionarem em todo o país

“Uma coisa eu garanto se não tiverem em conta as nossas reclamações nós Projecto Agir e Plataforma Cazenga em Acção (Placa), vamos boicotar as autarquias”, disse.

- Publicidade -
- Publicidade -

Jornalistas e manifestantes alvo de violência policial

Foram soltos os jornalistas detidos no sábado em Luanda, Angola, numa manifestação organizada por um grupo de jovens com o apoio do maior partido...
- Publicidade -

Filipe Nyusi diz que diálogo com a autoproclamada Junta Militar da Renamo já começou

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, revelou na manhã desta quarta-feira, 28, estar em curso o diálogo entre o Governo e a autoproclamada Junta Militar...

Erdoğan apela ao boicote de produtos franceses

Na Síria, no Iraque ou no Paquistão: As manifestações contra o presidente Emmanuel Macron e o governo francês repetem-se um pouco por todo o...

Activistas detidos no dia 24 no Uíge denunciam maus-tratos e violações de direitos humanos

Eles foram libertados depois de condenados a pagar 200 mil kwanzas de multas. Os activistas políticos e cívicos detidos no sábado, 24, na província angolana...

Notícias relacionadas

Jornalistas e manifestantes alvo de violência policial

Foram soltos os jornalistas detidos no sábado em Luanda, Angola, numa manifestação organizada por um grupo de jovens com o apoio do maior partido...

Filipe Nyusi diz que diálogo com a autoproclamada Junta Militar da Renamo já começou

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, revelou na manhã desta quarta-feira, 28, estar em curso o diálogo entre o Governo e a autoproclamada Junta Militar...

Erdoğan apela ao boicote de produtos franceses

Na Síria, no Iraque ou no Paquistão: As manifestações contra o presidente Emmanuel Macron e o governo francês repetem-se um pouco por todo o...

Activistas detidos no dia 24 no Uíge denunciam maus-tratos e violações de direitos humanos

Eles foram libertados depois de condenados a pagar 200 mil kwanzas de multas. Os activistas políticos e cívicos detidos no sábado, 24, na província angolana...

Protestos contra limitação ao aborto legal

Os protestos voltaram às ruas de várias cidades da Polónia. Pelo quinto dia consecutivo, milhares de polacos manifestaram o desagrado contra a decisão do Tribunal...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.