- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Bolton diz ao Reino Unido que EUA apoiariam com entusiasmo um Brexit...

Bolton diz ao Reino Unido que EUA apoiariam com entusiasmo um Brexit sem acordo

Reuters / por Steve Holland

Os Estados Unidos apoiariam com entusiasmo uma separação do Reino Unido da União Europeia sem um acordo se fosse isso que o governo britânico decidisse fazer, disse o conselheiro de Segurança Nacional norte-americano, John Bolton, nesta segunda-feira durante uma visita a Londres com a meta de reafirmar os laços bilaterais com o Reino Unido.

Bolton disse ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que o presidente Donald Trump quer ver uma desfiliação britânica da UE bem-sucedida no dia 31 de outubro e que Washington estará pronta para trabalhar rapidamente em um acordo de livre comércio entre EUA e Reino Unido.

Johnson quer que o bloco renegocie os termos da saída de seu país antes do prazo de 31 de outubro, mas a UE diz que não alterará a parte do acordo que o primeiro ministro diz ser necessário mudar.

O impasse coloca o Reino Unido diante de uma ruptura sem um período formal de transição nem um acordo legal cobrindo questões como comércio, transferência de dados e política de fronteiras.

“Se esta é a decisão do governo britânico, nós a apoiaremos entusiasticamente, e é isso que estou tentando transmitir. Estamos com vocês, estamos com vocês”, disse Bolton aos repórteres após seu primeiro dia de reuniões.

Agora que o Reino Unido se prepara para deixar a UE, sua maior guinada geopolítica desde a Segunda Guerra Mundial, muitos diplomatas acreditam que Londres contará cada vez mais com os EUA.

Bolton, que passa dois dias na capital inglesa para reuniões, busca um relacionamento EUA-Reino Unido melhor com Johnson – houve momentos de tensão nos laços quando Trump lidava com a antecessora de Johnson, Theresa May.

- Publicidade -
- Publicidade -

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...
- Publicidade -

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...

Notícias relacionadas

FMI: Angola não recupera da pandemia até 2024

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje num relatório que as maiores economias da África subsaariana, onde se inclui Angola, não deverão recuperar os...

PNUD e IGAE assinam memorando com vista ao combate à corrupção

As duas instituições pretendem trabalhar para a elaboração de instrumentos legais que visam a avaliação de riscos contra a corrupção e previsão de medidas...

Falta de limpeza nas valas de drenagem preocupa moradores

Os moradores do bairro Rocha Pinto pedem “intervenção urgente” da Administração do Distrito da Maianga para limpeza da vala de drenagem do canal 3,...

Bonga realiza espectáculos em Portugal e lança novo álbum nos 45 anos da independência de Angola

O projecto conta com mais de uma dezena de artistas, que atuam no dia da independência, 11 de novembro, no Teatro Capitólio, no Parque...

Governo angolano aprova nova lei dos petróleos que prevê “angolanização” do sector

O governo de Angola apresentou nova legislação para o setor dos petróleos que prevê menos recurso a estrangeiros e um incentivo a sociedades comerciais...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.