Portal de Angola
Informação ao minuto

Secretário-geral da ONU condena assassinato de dois funcionários da missão na Líbia

Secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, durante evento em Genebra, na Suíça 03/04/2018 (REUTERS/Pierre Albouy)

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou o ataque na cidade líbia de Benghazi, que resultou na morte de dois funcionários da missão das Nações Unidas, afirmou o seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

Dujarric salientou que a ONU solicita às autoridades líbias a empreender todo o esforço para encontrar os culpados do crime.

“O secretário-geral condena veementemente o ataque, realizado pela explosão de um veículo na Líbia em Benghazi. Dois funcionários das Nações Unidas perderam suas vidas após a detonação, e três outros estão entre os feridos”, informou o comunicado divulgado no fim-de-semana.

O secretário-geral também pediu que as partes do conflito cumpram a trégua e retornem à mesa de negociações.

Horas antes, na cidade de Benghazi, uma viatura armadilhada explodiu nas proximidades de um mercado. Duas pessoas morreram e dez ficaram feridas, incluindo uma criança.

De acordo com a Angop, o Exército Nacional da Líbia (ENL), chefiado pelo marechal Khalifa Haftar, anunciou no sábado um cessar-fogo, com duração até hoje (segunda-feira), por ocasião do feriado muçulmano Eid al-Adha, ou Festa do Sacrifício.

O Governo de Unidade Nacional da Líbia também aceitou a trégua humanitária.

Eid al-Adha este ano é comemorada no dia 11 de Agosto e celebra o fim da peregrinação às cidades sagradas de Meca e Medina.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »