Portal de Angola
Informação ao minuto

Músico Ney G enfrenta mercado com “Sonhos”

MÚSICO E PRODUTOR ANGOLANO NEY G (FOTO: PEDRO PARENTE)

Depois de um ano mergulhado no estilo kuduro, sem comprometimento, o músico angolano Ney G decidiu enveredar para o género Guetho Zouk e lançar, em Novembro deste ano, um álbum digital, (apenas disponível na plataforma Youtube – na internet) com pelo menos cinco faixas musicais, intitulado “Sonhos”.

“Motema na ngai”, “Você vale a pena”, “Vê só”, “Me toca no sítio” e “Para sempre” são alguns dos temas seleccionados para o “EP” (Explended Play), que trará também músicas no estilo R&B e Kizomba, com as participações de Kelly Silva e Kletos, integrante dos Gabeladas.

Em declarações à Angop, Ney G disse estar pronto para enfrentar o mercado e que as suas melodias vão de encontro com o que o público quer actualmente: além da instrumentalização, temas actuais com mensagens lógicas e comoventes.

“Cantar não é apenas soltar a voz. É preciso cantar-se com alma e sentir o que expressamos. Pois, auguro que com a minha musicalidade e destreza na forma de interpretar possa conquistar a empatia do público, que anda cada vez mais exigente”, considerou o também produtor musical.

Explicou que a sua carreira tem raízes na Igreja Adventista do Sétimo Dia, onde aprendeu (na adolescência) os primeiros passos do canto, e que, apesar de só agora estar a abraçar o profissionalismo, já canta há quase dez anos, movido por histórias de amor e problemas sociais.

Nascido em Abril de 1990, no bairro Cassequel do Lourenço, em Luanda, Nelito António Ginga “Ney G” inspira-se em músicos como Paulo Flores, Matias Damásio, Anselmo Ralph, Francó e o norte-americano Cris Brown, e aspira atingir o sucesso através do reconhecimento dos fãs.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »