- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Irão adverte que presença 'ilegal' de Israel no golfo Pérsico pode provocar...

Irão adverte que presença ‘ilegal’ de Israel no golfo Pérsico pode provocar guerra

Sputnik

O aviso do IRGC surge em meio a informações de que Israel concordou conceder assistência em inteligência à coligação marítima proposta pelos EUA para patrulhar o golfo Pérsico.

O chefe da Marinha do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC), contra-almirante Alireza Tangsiri, advertiu que qualquer tipo de presença ilegítima de Israel no golfo Pérsico poderá desencadear uma confrontação na região e que as responsabilidades pelas consequências recaem sobre os EUA e o Reino Unido.

“Os EUA e o Reino Unido têm de assumir as responsabilidades pela presença ilegal do regime sionista nas águas do golfo Pérsico. Qualquer tipo de presença do regime sionista no golfo Pérsico é ilegal, uma vez que pode provocar uma guerra e confrontação na região”, disse no domingo (11) o chefe da Marinha do IRGC ao canal televisivo libanês Al Mayadeen, escreve The Times of Israel.

Alireza Tangsiri teria também dito que “sempre que os nossos comandantes o desejarem, eles podem deter qualquer navio, mesmo que ele esteja acompanhado pelas forças americanas e britânicas”.

“Ao formar uma coligação ilegal na região, os EUA e o Reino Unido estão tentando aplicar seus próprios cenários. A segurança do golfo Pérsico está entre as prioridades do Irão, e nós acreditamos que as rotas de navegação iranianas devem continuar sendo internacionais”, disse Tangsiri.

O comandante do IRGC salientou que a Marinha da força de elite iraniana é responsável por garantir a segurança no estreito de Ormuz e no golfo Pérsico e não necessita ali da presença de estrangeiros.

“Irão é o responsável pela segurança no golfo Pérsico, porém isso depende das exportações do nosso petróleo e da capacidade do país para utilizar a região. Nós vamos garantir a segurança no golfo Pérsico desde que a nossa própria segurança esteja garantida”, afirmou Tangrisi.

Os EUA anunciaram seus planos para organizar uma coligação naval visando garantir a segurança de navegação no estreito de Ormuz, uma importante rota de exportação de petróleo, após recentes ataques a vários petroleiros no Golfo.

- Publicidade -
- Publicidade -

Manuel Vicente refuta “acusações falsas” e promete analisar uma reacção judicial

O antigo vice-Presidente de Angola considera de falsas as acusações do antigo presidente do Banco Fomento Angola e braço direito de Isabel dos Santos,...
- Publicidade -

Partiu a cantora Juliette Gréco

Faleceu aos 93 anos de idade Juliette Gréco, grande nome da música francesa, a par de outras grandes vozes como Edith Piaf ou Barbara....

Alassane Ouattara considera “provocações” candidaturas de Gbagbo e de Soro

O Presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, que concorre a um terceiro mandato, considerou que as candidaturas do seu antecessor, Laurent Gbagbo, e...

Covid-19: Cuando Cubango regista morte do primeiro e único caso positivo

A província do Cuando Cubango registou, ontem, o primeiro caso positivo, importado do Huambo, que resultou em morte. Das 18 regiões do país, Namibe...

Notícias relacionadas

Manuel Vicente refuta “acusações falsas” e promete analisar uma reacção judicial

O antigo vice-Presidente de Angola considera de falsas as acusações do antigo presidente do Banco Fomento Angola e braço direito de Isabel dos Santos,...

Partiu a cantora Juliette Gréco

Faleceu aos 93 anos de idade Juliette Gréco, grande nome da música francesa, a par de outras grandes vozes como Edith Piaf ou Barbara....

Alassane Ouattara considera “provocações” candidaturas de Gbagbo e de Soro

O Presidente da Costa do Marfim, Alassane Ouattara, que concorre a um terceiro mandato, considerou que as candidaturas do seu antecessor, Laurent Gbagbo, e...

Covid-19: Cuando Cubango regista morte do primeiro e único caso positivo

A província do Cuando Cubango registou, ontem, o primeiro caso positivo, importado do Huambo, que resultou em morte. Das 18 regiões do país, Namibe...

Em apoio à Charlie Hebdo media franceses apelam a liberdade de expressão

Cerca de uma centena de médias franceses, incluindo jornais, revistas, canais de televisão e estações de rádio publicaram na quarta-feira uma carta aberta para...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.