- Publicidade-
InicioAngolaRegiõesGoverno do Huambo envia 182 toneladas de bens às vítimas da seca

Governo do Huambo envia 182 toneladas de bens às vítimas da seca

O Governo da província do Huambo enviou hoje, segunda-feira, 182 toneladas de bens diversos para acudir às vítimas da seca na região do Cunene, que enfrenta, desde Outubro de 2018, a mais severa estiagem da sua história.

Trata-se de cinco camiões, com 30 toneladas cada, recolhidos no âmbito da campanha “Huambo – semente da solidariedade”, decorrida entre 12 de Junho a 16 de Julho, em todos os municípios do planalto central.

Em declarações à ANGOP, a directora do Gabinete da Acção Social, Família e Igualdade do Género na província do Huambo, Maria de Fátima Cawewe, disse que foram enviados produtos como milho, feijão, farinha de milho, arroz, massa alimentar, óleo vegetal, sal, água mineral, entre outros alimentos, além de roupa usada e calçados.

A responsável enalteceu a participação da sociedade na campanha, que serviu para cultivar o espírito de solidariedade e de amor ao próximo, uma acção que deve continuar a ser fomentada dentro e fora da família, para a edificação de uma sociedade alicerçada na fraternidade.

Das províncias da Região Sul de Angola, a do Cunene é a mais afectada, pois enfrenta, desde Outubro de 2018, a mais severa estiagem da sua história, que já deixou mais de oitocentas mil famílias e mais de um milhão de bovinos à beira da morte.

São, no total, 857 mil 443 pessoas a viver os efeitos da estiagem e um milhão e 100 bovinos em risco de morte, por fome ou por sede. A falta de chuva prejudica a agricultura de subsistência, visto que as sementes não germinam e a colheita está comprometida.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.