- Publicidade-
InicioAngolaRegiõesCrimes aumentam na Lunda-Sul

Crimes aumentam na Lunda-Sul

Mil e trezentos e nove crimes de natureza diversa foram registados pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na província da Lunda Sul, no primeiro semestre deste ano, mais 108 casos, em relação ao período homólogo de 2018.

Esse dado foi avançado hoje, segunda-feira, à Angop, em Saurimo, pelo director provincial do SIC na Lunda Sul, Gonçalves Bandy, tendo referido que dos delitos registados, 963 foram esclarecidos e, na sequência, o efectivo da corporação prendeu 874 cidadãos, por presumivelmente estarem envolvidos nos crimes.

Destacou entre os delitos 384 casos de crimes contra pessoas (ofensas corporais, violação, homicídios voluntários e violação de menores) e 830 acções cujos alvos foram propriedades privadas e públicas.

Disse que o município de Saurimo foi a região onde ocorreu o maior número de crimes, no período em causa, por ser a localidade mais populosa da província da Lunda Sul, com 500 mil habitantes.

Apontou como principais causas do aumento do nível da criminalidade na província da Lunda Sul a pobreza, o desemprego, o elevado custo de vida, o oportunismo, conflitos familiares, a ganância pelo lucro fácil, entre outras práticas reprováveis.

Apesar do aumento do número de crimes, o director afirmou que a situação de segurança pública na província da Lunda Sul está controlada e os órgãos do Ministério do Interior estão a redobrar os esforços no sentido de prevenir e combater todas práticas delituosas.

Com uma população estimada em mais de 650 mil habitantes, a província da Lunda Sul tem quatro municípios, nomeadamente, Muconda, Dala, Cacolo e Saurimo.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.